Arquivo da categoria: Saga do Santuário

[CDZ] Aiolos de Sagitário


  • ORIGEM DO NOME

Do grego, Ágil. Nome grego de Éolo, o deus dos ventos.

Apesar de seu nome ser escrito Aiolos, com “L”, em muitos lugares (inclusive na edição brasileira da Enciclopédia Oficial de Cavaleiros do Zodíaco), o correto é Aioros, com “R”. Isso fica evidente na página 84 da edição 18 da publicação brasileira do mangá Cavaleiros do Zodíaco. Observa-se claramente que a assinatura do Cavaleiro de Sagitário, escrita em grego, é “AIOROS” e não “AIOLOS”. É possível que a confusão tenha acontecido em virtude da semelhança de grafia e de pronúncia entre os nomes Aioros e Aiolia, que em japonês é pronunciado Aioria, apesar de ser escrito com “L”. Então é possível que tenha sido atribuído ao nome “Aioros” o mesmo caso do nome Aiolia e Milo.

  • HISTÓRICO

Sucessor do Cavaleiro do ano de 1744, Sísifo de Sagitário. Aioros de Sagitário é o principal responsável pelas batalhas que Seiya, Shiryu, Hyoga, Shun e Ikki tenham enfrentado e vencido, pois foi sua atitude que desencadeou a guerra contra o Mal no Santuário.

Há 13 anos (quando tinha 14 anos), Aioros já era um poderoso Cavaleiro de Ouro e havia passado por inúmeras batalhas (relatadas no Episódio G). Retornava para a Grécia, sua terra natal, para treinar seu irmão Aiolia e reencontrar o, na época, seu melhor amigo Shura de Capricórnio. Ao visitar o Grande Mestre, percebeu que o mesmo tentava matar um bebê, que na verdade era a reencarnação de Atena, que vinha à Terra a cada 200 anos.

Então, Aioros salvou o bebê Atena da tentativa de assassinato por parte do Grande Mestre, que na verdade era o traidor Saga de Gêmeos e fugiu. Depois da fuga de Aioros, Saga alertou a todos no Santuário sobre o ocorrido e acusou o Cavaleiro de Sagitário de traição. Aioros tentava escapar na noite, mas, nos arredores do Santuário, acaba sendo encontrado por Shura de Capricórnio.

Acreditando fielmente nas palavras do falso Grande Mestre, o cavaleiro de Capricórnio decide dar fim à vida de Aioros. O cavaleiro de Sagitário é acertado no braço pela Excalibur de Shura, e tenta fugir. O Cavaleiro de Capricórnio usa Excalibur nas pernas de Aioros, para imobilizá-lo, mas o Cavaleiro de Sagitário, com agilidade, se joga na frente do golpe, e o golpe acabou atingindo seu peito. Ele usou o sangue para enganar a Shura e aos soldados do Santuário, assim podendo fugir sem machucar nenhum de seus agressores por saber que foram enganados por Saga.

Aioros encontra Mitsumasa Kido, e lhe entrega Atena e a urna com a Armadura de Sagitário. Após fazer isso ele morre, mas seu corpo jamais fora encontrado. Treze anos após isso acontecer, começa a Saga do Santuário.

Mas, mesmo morto, sua alma continua a controlar sua Armadura de Sagitário com seu poderoso cosmo, sempre ajudando os Cavaleiros de Atena nos momentos críticos. Emprestou-a a Seiya durante a luta contra seu irmão Aiolia de Leão, Poseidon e com Thanatos, além dos filmes que a emprestou para derrotar todos os deuses maléficos. Ele pode ser considerado um verdadeiro exemplo de Cavaleiro de Atena por continuar a protegê-la, bem como a ajudar seus companheiros, mesmo após a morte.

No Episódio G, que narra as batalhas dos 12 Cavaleiros de Ouro durante seu treinamento, Aiolos de Sagitário realiza feitos notáveis, como selar Tífon e superar o cosmo de Rá. É citado por Mu de Áries como sendo um dos Cavaleiro de Ouro mais poderosos de toda a história, embora seja uma controvérsia com o princípio da própria obra de que os Cavaleiros de Ouro se equivalem e as batalhas entre si durem 1.000 dias. A Batalha de Mil dias acontece quando os Cavaleiros de Ouro entram em combate convêncional. Para a batalha terminar eles utilizam seus golpes especiais, como no capítulo em que Aiolia enfrenta Shaka na frente de Kyoukou (Grande Mestre). A Armadura de Sagitário é diferente das outras, pois é conhecida por seu poderoso Arco e Flecha. Dizem que a Flecha Dourada só pode ser apontada para um verdadeiro mal, e que ela nunca se voltará contra a justiça. Prova disso é que o seu poder já coseguiu destruir deuses maléficos, um terrível monstro, e, reunindo os cosmos dos demais Cavaleiros de Ouro, até derrubou o Muro das Lamentações. Certos rumores dizem que a Flecha de Sagitário é capaz de destruir até mesmo Zeus, deus do Olimpo. Há casos em que o seu poder é canalizado nos cosmos das pessoas ao seu redor.

Foi também ela que mostrou o testamento de Aioros aos cavaleiros de bronze, na casa de Sagitário, sendo assim, um símbolo da esperança: “Οι νέοι άνθρωποι που φτάνουν εδώ, τη φροντίδα τους εμπιστοσύνη Αθηνά” que numa tradução ao português significaria “Aos jovens que aqui chegarem, confio Atena aos seus cuidados”.

Por causa do motivo de sua alma está ligada a sua armadura, ele não foi selado como Shion de Áries e os demais Cavaleiros de Ouro na Saga do Céu – Spoiler.

  • HABILIDADES DE LUTA

Um Cavaleiro admirado por todos da mesma forma que Saga, por isso era o outro forte candidato a Grande Mestre. Além das habilidades de luta, tinha excelente personalidade, caráter, humildade, grande senso de justiça.

  • GOLPES

Trovão Atômico (Atomic Thunderbolt): Golpe em que Sagitário concentra uma grande energia em uma das mãos e a dispara contra o adversário na forma de uma rajada reluzente (semelhante a um trovão). Esta é formada de centenas de outras finas rajadas que golpeiam o inimigo várias vezes. Golpe que se assemelha ao Relâmpago de Plasma de Aiolia, seu irmão. Exclusivo do anime, em outras palavras o golpe assemelha-se a uma mistura do Relâmpago de Plasma (Lightning Plasma) e Cápsula do Poder (Lightning Bolt) ― ambas técnicas de Aiolia ―, o que o torna extremamente poderoso.

Flecha da Justiça (Justice Arrow): Principal golpe do Cavaleiro de Sagitário. Pode ser usado de duas formas:

1ª. Aiolos arma seu arco e concentrando o seu cosmo e os daqueles que foram mortos pelo adversário, lança sua flecha dourada contra o mesmo. Ao atingí-lo, libera uma enorme quantidade de energia de maneira devastadora e até mortal. É um ataque que destruiu inúmeros deuses (Phantasos, Icelos, Morfeus e Oneiros, os 4 Deuses dos Sonhos, filhos de Hypnos, no The Lost Canvas, além de Éris, Abel e Lúcifer na era atual). No Episódio G Aiolos usa esse golpe para destruir Tífon (do grego, tufão) usando o seu cosmo e os das pessoas mortas pelo deus;

2ª. Concentrar uma grande quantidade de cosmo-energia em seu arco e lançar milhões de flechas de luz com um grande poder explosivo, esta é a finalidade do golpe. Ao atingir os inimigos, suas armaduras são instantaneamente transpassadas, levando-os à morte. Sísifo de Sagitário (antecessor de Aiolos no The Lost Canvas em 1744) usou essa variação para conter um ataque de Aiacos. Esse ataque pode ser feito livremente nos combates.

Destruição Infinita (Infinity Break): Golpe em que Aiolos usa de seu cosmo para criar vários feixes de luz que atravessam o adversário sob a forma de bilhões flechas de luz (cada uma delas ultrapassa 1.000.000°) que vão em plena velocidade da luz, destruindo tudo ao menor contato. É impossível desviar desse golpe, pois atinge toda a área ao redor sem deixar a menor brecha. Uma vez que o inimigo fica ao alcance desta técnica, é quase impossível sobreviver. Este golpe aparece apenas na publicação Saint Seiya Episódio G onde Aiolos a usa para derrotar um exército inimigo do deus Rá e posteriormente para lutar contra seu amigo Garan.

Impulso de Luz de Quíron (Quíron’s Light Impulse): Técnica de Sagitário, onde o cavaleiro cria um gigantesco turbilhão de vento dourado que se transforma em uma verdadeira tempestade de ventos. Aquele que domina este golpe pode lançá-lo por toda a área ou concentrá-lo em um único ponto, aumentando a sua potência e tornando-o fatal. Sísifo de Sagitário usou essa técnica para extinguir as chamas criadas por Aiacos de Garuda quando este tentava destruir o navio que, movido pelo Oricalco, seria usado pelos Cavaleiros de Atena para invadir o “Lost Canvas” no céu e enfrentar o Imperador Hades.

  • COMBATEU

O exército de Rá, Tífon, Garan, Saga de Gêmeos e Shura de Capricórnio.

  • VENCEU

O exército de Rá, Tífon e Garan.

  • DERROTADO

Na verdade, Aiolos sofreu ataques de diversos Cavaleiros durante sua fuga para proteger Athena – inclusive do Mestre do Santuário, Saga de Gêmeos, tendo como último adversário Shura de Capricórnio. Mesmo sem sua armadura não enfrenta Shura, pois a deusa Athena está na sua linha de ataque (cena facilmente identificada pelo próprio Shura). É atacado pela Excalibur do capricorniano (que queria imobilizá-lo atingindo-lhe as pernas) se jogando no golpe para posteriormente enganar seus perseguidores usando seu próprio sangue – mesmo assim sobrevivendo depois tempo suficiente para cumprir sua missão de encontrar um lugar seguro para a deusa. Posteriormente, também, sacrificou-se junto aos demais Cavaleiros de Ouro para destruir o Muro das Lamentações.

[CDZ] Aiolia de Leão


  • ORIGEM DO NOME

Do grego, Ilha dos Ventos, Ilha Eólia. Carrega no nome sua característica de mobilidade, como seu irmão Aiolos. Ilha talvez por sugerir o fato de ter ficado “ilhado” no Santuário depois da “traição” de seu irmão.

  • PERFIL DO PERSONAGEM

Idade: 20 anos
Altura: 1,85 m
Peso: 85 kg
Data de nascimento: 16 de agosto
Tipo sangüíneo: O
Local de nascimento: Grécia
Local de treinamento: Grécia – Santuário
Golpes secretos: Relâmpago de Plasma (Lightning Plasma), Cápsula do Poder (Lightning Bolt), Presas Relâmpago (Lightning Fang)

  • HISTÓRICO

Sucessor de Regulus de Leão. Aiolia cresceu na sombra do irmão, sofrendo todo tipo de humilhação e repudio, por ser irmão do traidor. Para mostrar seu verdadeiro valor, jura lealdade ao Mestre do Santuário e está sempre à frente das batalhas, como na saga do Santuário e no Episódio G.

Serviu de referência para muitos dos cavaleiros que tiveram seu treinamento no Santuário, como Marin, Seiya e Retsu.

Apesar de sua personalidade explosiva, tem um coração puro e bondoso e é o cavaleiro de ouro mais forte das 12 casas.

SANGA DO SANTUÁRIO

Com seu irmão Aiolos condenado como traidor, ele tenta limpar o nome da família jurando fidelidade ao Grande Mestre. Mas participa voluntariamente do plano de extermínio dos Cavaleiros de Bronze com o único intuito de recuperar a armadura que pertencera ao seu irmão.

No momento em que o Grande Mestre (Saga de Gêmeos) determina que Milo de Escorpião deve ir ao oriente para matar os Cavaleiros de Bronze e recuperar a Armadura de Ouro de Sagitário, Aiolia aparece e diz que pretende ir no lugar de Milo, mesmo que para isso tenha de enfrentar o Cavaleiro de Escorpião para tomar o seu lugar. Tal batalha não acontece.

No oriente, enfrentou os Cavaleiros de Bronze em três momentos.

No primeiro, enfrentou Shina de Cobra e Seiya de Pégaso, derrotando os dois facilmente utilizando um único dedo. Seiya, que estava se recuperando de um ferimento, só não é morto graças a Shina, que se atira na frente do golpe desferido por Aiolia.

No segundo momento, enfrenta Seiya agora vestido pela Armadura de Ouro de Sagitário após este ter derrotado os Cavaleiros de Prata Algethi de Hércules, Dio de Mosca e Sirius de Cão Maior. Por alguns instantes Seiya e Aiolia equiparam suas forças, mas Seiya é novamente derrotado facilmente.

No terceiro momento, enfrenta novamente Seiya, que recebe auxilio de Shun de Andrômeda e Hyoga de Cisne que vieram ajudá-lo. Após derrotar com facilidade os três o confronto é interrompido por Atena e Aiolia reconhece a autoridade de Saori como a reencarnação de Atena e descobre toda a verdade por trás do Grande Mestre e das conspirações no Santuário

Aiolia retorna ao Santuário para tirar satisfações e desafiar o Grande Mestre. No confronto, os golpes desferidos por ambos se equivalem e apenas se chocam. O confronto é interrompido por Shaka de Virgem que aparece para proteger o Grande Mestre e lutar com Aiolia, iniciando assim uma batalha de mil dias. Os dois cavaleiros utilizam de seus mais fortes golpes, Cápsula do Poder e Rendição Divina. Os golpes se equivalem e colidem, atirando os dois para longe. Aiolia se levanta rapidamente, mas é atacado pelas costas por Saga com o Satã Imperial, entrando num estado catatônico de hipnose e como menciona Saga: “Transformado num demônio cruel”.

Possuído pelo Satã Imperial, Aiolia travou uma violenta batalha contra Seiya na Casa de Leão. O Cavaleiro de Pégaso só não foi morto graças a intervenção de Cássius que deu sua própria vida para quebrar o feitiço do Satã Imperial que dominava Aiolia. Só a morte de um oponente inocente seria capaz de quebrar tal feitiço.

Após a batalha das doze Casas, Aiolia faz ressuscitar a armadura de Pégaso, então destruída, com seu sangue.

SAGA DE POSEIDON

Quando os Cavaleiros de Bronze estavam lutando com os Generais Marinas de Poseidon, Aiolia se mostrou o cavaleiro de ouro mais dedicado para ajudá-los.

SAGA DE HADES

Enfrentou um grupo de dez Espectros de Hades em frente a Casa de Leão, matando cinco com um único e poderoso golpe (Relâmpago de Plasma).

Enfrentou Laimi de Verme, um dos Espectros de Hades, que o desafiou quando estes tentavam passar pela Casa de Leão. Derrotou facilmente o inimigo o matando com o seu Relâmpago de Plasma.

Atacou violentamente Saga de Gêmeos, Camus de Aquário e Shura de Capricórnio, após estes terem matado Shaka na Casa de Virgem. Juntamente com Milo de Escorpião e Mu de Áries usando a Exclamação de Atena,a técnica proibida dos cavaleiros de ouro, que Saga,Shura e Camus estavam fazendo. As duas técnicas colidiram e foram interrompidas por Seiya,Shun,Hyoga e Shiryu.

Enfrentou Radamanthys de Wyvern juntamente com Mu de Áries e Milo de Escorpião no castelo de Hades, Mu, Milo e Aiolia lutaram bravamente mas foram derrotados, visto que Hades restringiu seus cosmos a dez por cento.

Derrotou dois espectros celestes no Cocytos,com um unico golpe.

No Inferno, derrubou o muro das lamentações juntamente com os outros Cavaleiros de Ouro.

  • EPISÓDIO G (Mangá)

Derrota (mata) um cavaleiro traidor que pretendia explodir uma usina nuclear.

Enfrenta um gigante de pedra que o estava destruindo o Santuário à procura de sua filha Lithos.

Trava uma difícil batalha contra o Titã Hyperion, deus do Ébano, que se retira do combate após Aiolia abrir uma fenda em sua sohma.

Na entrada do Santuário derrota (mata) o Giga Lyax de Poinx, por matar alguns soldados no local e tentar pisotear a amazona Marin de Águia.

Na ilha de Creta, derrota (mata) Minos e seu filho, o monstro mitologico Minotauro, mesmo acreditando que a criatura não tem culpa por ter nascida como monstro e ter fome por humanos.

Graças ao encorajamento de Aiolia, Retsu de Lince derrotou Euríale, a górgona que havia matado o seu mestre Noesis de Triângulo, ao transforma-lo em pedra.

Na India, numa batalha muito difícil derrota o Titã Céos, deus do Relâmpago Negro, que tentava assassinar Shaka enquanto este estava em transe. Céos só não é morto porque Hipérion se dirigiu ao campo de batalha a tempo de resgatá-lo. (no episódio G Aiolia revela ter uma grande amizade com Shaka de Virgem)

Aiolia é o mais poderoso Cavaleiro de Ouro. Tal argumento é sustentado no Episódio G, onde Pontos afirma que Aiolia possui um poder capaz de matar um deus e que seria o único capaz de quebrar as correntes que aprisionam o deus Cronos, rei dos Titãs, aprisionado pelo seu próprio filho Zeus.

  • GOLPES

Relâmpago de Plasma (Lightning Plasma): Com um rápido soco, Aioria “corta” o ar para abrir um tipo de espaço na Atmosfera. Após isso, ele atira um poderoso relâmpago nesta brecha que foi aberta após o corte do ar. O Relâmpago lançado por Aioria ataca pelo vácuo criado, pois a descarga elétrica no vácuo é a essência deste poderoso golpe, que ultrapassa a velocidade da luz devido a falta da resistencia do ar.

Cápsula do Poder (Lightning Bolt): Aioria desfere golpes na velocidade da luz,criando milhares de feixes de luz por todos os ângulos(vertical,diagonal e horizontal),que despedaça o alvo;

Presas Relâmpago (Lightning Fang): Este golpe de Aioria é um ataque defensivo quanto um ataque ofensivo. Aioria dispara um soco com uma das mãos, no intuito de atingir o chão, criando um tipo de parede cósmica, sendo esta parede da energia cósmica do guerreiro. Esta parede vai ao encontro do adversário, com o intuito de barrá-lo e atacá-lo.

Rugido do Leão (Lion Roar): Aiolia consegue dominar seu cosmo e canalizar seu poder para fins curativos, sendo capaz de curar desde os ferimentos mais leves até regenerar membros inteiros. Tal capacidade foi utilizada pelo cavaleiro para curar o ferimento mortal do golpe que desferiu em Shina quando foi até o ocidente exterminar os Cavaleiro de Bronze e recuperar a Armadura de Sagitário, para curar a perna quebrada de Seiya apos a batalha entre os dois na Casa de Leão, e para regenerar um de seus braços que tinha sido incinerado e arrancado por Pontos (no Episódio G).

GOLPE DO FÓTON

Este golpe é o golpe de mais força dentre os cavaleiros de ouro (foi sedido por Zeus á Aioria e Regulus para derrotar os titãs) Aioria usou apenas no episódio G, para usar este golpe, o ataque precisa passar por três etapas:

Primeira etapa: Invocação de Fótons (Photon Invoke): Esta é a iniciação do golpe mais poderoso do Leão. Aioria, expandindo o seu cosmo, cria inúmeros fótons, que tem a aparência de estrelas. Estes fótons ficam pairando no local do combate, normalmente circulando o adversário. Estes fótons são movidos com grande facilidade pelo cavaleiro, dificultando ainda mais qualquer tipo de defesa que o adversário tente contra este ataque.

Segunda etapa: Aceleração de Fótons (Photon Driver): Ao comando de Aioria, estes Fótons que estão a sobrevoar o local do combate, começam a se movimentar cada vez mais rápido e aumentando seu poder de destruição a cada reluzida. Ao seu comando, estes Fótons penetram no corpo oponente, causando dor e fazendo com que este fique paralisado por alguns instantes.

Etapa final: Explosão de Fótons (Photon Burst): Ao entrarem no corpo da vítima (adversário), estes Fótons tornam-se partículas menores que Fótons. Os Fótons possuem o princípio da Antimatéria, por isso causa ação degenerativa onde quer que encoste. Sendo assim, ao comando de Aioria, os Fótons, que estavam dentro do corpo do adversário, explodem de dentro para fora, liberando uma grande carga de energia, destruindo assim o seu adversário rapidamente ao fazer explodir o seu corpo. Ao contrário dos tradicionais golpes de Aioria, o Photon Burst não é disparado rapidamente, necessitando de tempo e calma, sendo assim, considerado “arriscado” para o cavaleiro de Leão usá-lo com freqüência.

[CDZ] Afrodite de Peixes


  • ORIGEM DO NOME – AFRODITE 

Do grego, Espuma do Mar. Referência a Afrodite, que é a deusa da beleza e do amor na mitologia grega, nascida do sangue de Urano misturado ao mar. Os antigos gregos consideravam a rosa como um dos símbolos sagrados de Afrodite e a utilizavam no culto à deusa.

  • PERFIL DO PERSONAGEM

Idade: 22 anos
Altura: 1,83 m
Peso: 72 kg
Data de nascimento: 10 de março
Tipo sangüíneo: O
Local de nascimento: Suécia
Local de treinamento: Groenlândia
Golpes secretos: Rosas Sangrentas (Bloody Rose), Rosas Piranhas (Piranian Rose), Rosas Diabólicas Reais (Royal Demon Rose)

  • HISTÓRICO (Anime)

O protetor da última Casa do Zodíaco Sendo o sucessor de Albafica de Peixes. Pode derrotar qualquer inimigo se estiver lutando com toda sua força. É um cavaleiro famoso não apenas por sua beleza, mas também pela sua reputação como um dos mais fortes entre os 88 cavaleiros. Possui uma personalidade um tanto arrogante e orgulhosa. Sua idéia é de que só um poder supremo absoluto pode colocar paz e ordem no mundo, mesmo que esse poder seja do mal. Por isso, mesmo tendo consciência de que o Grande Mestre servia ao mal, acabou obedecendo suas ordens e matando Albion (ou Daidaros, no mangá), mestre de Shun. Sua atitude pode não ser a mais exemplar para um Cavaleiro, mas seu propósito de manter a paz na Terra é igual ao de qualquer outro Cavaleiro.

Claro que esses ideais não são compreendidos por todos. Na batalha das doze Casas, por decisão do destino, Afrodite confronta Shun, discípulo de Albion de Cefeu. A luta é dura para Shun, que custa a resistir ao golpe Rosas Diabólicas Reais que foi o golpe que matou seu mestre e tem sua armadura despedaçada pelas Rosas Piranhas após levar o golpe supremo de Peixes fica com uma Rosa Branca fincada em seu coração, derrota Afrodite com a Tempestade Nebulosa e morre logo em seguida pela Rosa Sangrenta terminando assim o combate.

Posteriormente, o Cavaleiro de Peixes ressurge na Saga de Hades, fingindo ser um Espectro. Mas tarde, ressurge no final da fase Inferno acaba morrendo como um verdadeiro cavaleiro de Atena sacrificando sua vida junto com os outros 11 cavaleiros dourados no Muro das Lamentações. Quando era Espectro na fase do Santuário, antes mesmo de cumprir a missão, Afrodite e seu companheiro, Máscara da Morte, são derrotados por Mu. Na verdade, ele se sacrificou não se defendendo das técnicas de Mu e logo após foram mortos por Radamanthys de Wyvern no castelo de Hades, no entanto os cavaleiros de ouro tiveram seus poderes reduzidos a 10% (mesmo com o poder tão reduzido, eles derrotam vários espectros antes de enfrentar Radamanthys) pois nunca deixaram de ser cavaleiros de ouro. Afrodite é considerado o mais belo entre os 88 cavaleiros de Atena e um dos mais poderosos, velozes e estrategista entre os 12 cavaleiros de Ouro.

  • A LENDA DE UMA NOVA ERA (Filme)

No terceiro filme, Afrodite de Peixes, é ressuscitado juntamente com Máscara da Morte de Câncer, Saga de Gêmeos, Camus de Aquário e Shura de Capricórnio pelo Deus Abel e pretendia se vingar de Shun de Andrômeda pela sua morte na Batalha das 12 Casas. Durante sua luta com Shun, Afrodite demonstra ter a vantagem, esquivando-se da Tempestade Nebulosa (ataque mais poderoso de Andrômeda, que o derrotou da última vez) e aproveitando para cravar uma rosa branca em Shun. Afrodite estava para dar o golpe final, quando Ikki de Fênix surge para salvar seu irmão e o derrota facilmente.

  • EPISÓDIO G (Mangá)

O belo cavaleiro de peixes enfrenta a Titã Tétis, a deusa dos oceanos que queria junto dos demais tintãs recuperar a arma de Cronos que estava escondida na estátua de Atena, na casa de peixes a titã tem uma luta cruel com Afrotite, mas ele vence a deusa com os golpes Rosas Piranhas e Vinha de Rosas, deixando a deusa totalmente destruida.

  • GOLPES

Afrodite de Peixes usa seus golpes com rosas amaldiçoadas pelo seu veneno, as vermelhas venenosas, as negras explosivas e as brancas definitivas.

Rosas Diabólicas Reais (Royal Demon Rose): Utilizado por rosas vermelhas esse ataque atinge o inimigo com seu veneno. Apenas um arranhão de seu espinho ou o seu aroma, já é o bastante para o veneno fluir no adversário. Essas rosas são altamente venenosas e quando o ataque é lançado as rosas vão contra o inimigo fazendo que ele caia no terrível sono da morte, porém o inimigo não sente dor e vai morrendo lentamente perdendo seus 5 sentidos até a morte. Afrodite em uma luta usa muito essa técnica para que o inimigo não sofra muito.

Rosas Piranhas (Piranian Rose): Um dos seus ataques diretos mais efetivos, utilizados por rosas negras esse ataque tem como função destruir tudo em seu caminho, seus espinhos são afiados como dentes das piranhas. Seu poder de destruição superou até mesmo a corrente de Andrômeda, destruindo-a.

Rosa Sangrenta (Bloody Rose): A técnica mais poderosa do cavaleiro de peixes, utilizada por uma rosa branca que uma vez lançada, perfura o coração do inimigo e absorve todo o seu sangue. Quando a rosa branca torna-se vermelha é sinal de que todo o sangue foi absorvido e o inimigo acaba morrendo.

Encomenda de Rosas (Rose Order): Cria um jardim de rosas diabólicas. Rosas venenosas, onde seu aroma é o envio para a morte (removendo sentido por sentido), seus espinhos aceleram o efeito do veneno. A flores aos serem destruidas, soltam suas pétalas e o veneno se expande mais ainda. A técnica venceu Seiya, levando praticamente a morte – Salvo por Marin, colocando a mascara em seu rosto, para reduzir momentaneamente o veneno.

Vinha de Rosas (Rose Vine): Essa é uma técnica apenas mostrada no mangá Episódio G, é um golpe extraordinário que possui 3 maneiras de serem utilizadas e ambas são muito efetivas e destintas, pode ser usado em forma de Ataque onde roseiras em forma de raízes cheios de espinhos partem para cima do inimigo atacando e o prendendo, logo após isso os espinhos desabrocham e tornam-se rosas vermelhas, após isso o inimigo morre pelo o veneno do aroma das rosas e formando assim um lindo jardim de rosas. Também pode ser em forma de Defesa onde os roseirais protegem o cavaleiro de peixes formando um tipo de casulo protegendo sobre sua ordem. A última forma tem a função de Cura onde o cavaleiro faz com que as roseiras o curem com seu poder, e pode também curar além dele outro ser como fez para curar Aiolia de Leão, é uma das raras técnicas de cura mostradas na série.

[CDZ] Resumo da Série da Saga do Santuário



  • Lendas de Uma Nova Era

Jovens são enviados a diversas partes do mundo para serem treinados e tornarem-se cavaleiros. Mas apenas 10 conseguem voltar trazendo a armadura de bronze. Começa a Guerra Galáctica, torneio que premiará o vencedor com a Armadura de Ouro de Sagitário, mas nem todos os cavaleiros apresentam-se para participar do campeonato. Na Guerra Galáctica, Seiya de pégaso enfrenta Geki de Urso e o vence. Hyoga de Cisne vence Ichi de Hydra, Seiya de Pégaso vence Shiryu de Dragão. Quando Shun de Andrômeda e Jabú de Unicórnio estão lutando, Ikki de Fênix aparece e os Cavaleiros Negros roubam a Armadura de Sagitário.

Os Cavaleiros de Bronze vão atrás dos Cavaleiros Negros, mas recuperam apenas partes da armadura. Ikki foge. Desafiados por Ikki, os Cavaleiros de Bronze enfrentam os Cavaleiros Negros. Seiya é gravemente ferido e Hyoga sofre um golpe mortal. Depois de quase matarem os Cavaleiros de Bronze, os Cavaleiros Negros são finalmente vencidos e a Armadura de Ouro recuperada.

No Santuário, Mestre Ares chama o Cavaleiro de Cristal e aplica nele o golpe Satã Imperial, deixando o cavaleiro totalmente dominado. Ao chegar à Sibéria, Hyoga encontra seu Mestre transformado e acaba tendo que matá-lo.

Gigars envia o Cavaleiro do Fogo para matar Saori Kido. Shun tenta detê-lo, mas surge Ikki de Fênix, que liquida o Cavaleiro do Fogo.

  • Os Cavaleiros de Prata e a Grande Revelação

Pitón manda Marin de Águia, que foi mestra de Seiya, ir atrás dele no japão. Misty de Lagarto a segue e enfrenta Seiya, mas o Lagarto é derrotado pelo Pégaso. Chegam mais dois Cavaleiros de Prata. Mouses de Baleia e Asterion de Cães de Caça. Eles descobrem que Marin ajudou Seiya a exterminar Misty e prendem a amazona como traidora. No meio do combate com Seiya, os Cavaleiros de Prata revelam que Marin é a irmã desaparecida do Pégaso. Seiya elima Mouses. Marin se solta e ajuda Seiya a vencer Asterion.

De volta à Grécia, os Cavaleiros de Bronze descobrem que Saori Kido é a reencarnação de Atena. Surge Babel de Centauro. Durante a luta aparecem três cavaleiros desconhecidos, os Cavaleiros de Aço. Com a ajuda dos Cavaleiros de Aço. Com a ajuda dos Cavaleiros de Aço, Hyoga liquida Babel.

Pitón então envia Shina de Cobra, Algol de Perseu e Spartam atrás de Seiya e seus amigos. Seiya enfrenta e vence Shina, mas ele e Shun são transformados em pedra pelo Escudo da Medusa de Algol. Cego, mas guiado pelo cosmo de Atena, Shiryu derrota o Cavaleiro de Prata, fazendo Seiya e Shun voltarem ao normal. Shina e Spartan fogem.

De volta ao Japão, Seiya e os demais ficam sabendo que os Cavaleiros de Aço foram criados em segredo por Mitsumasa Kido para ajudá-los. Shiryu volta a Rosan para se recuperar.

Enquanto isso, na Fundação, Seiya e Ikki se desentendem e Jamian de Corvo seqüestra Saori. O Pégaso localiza o Cavaleiro de Prata que levou Atena e a liberta dos corvos mas, encurralado, é obrigado a saltar montanha abaixo com Saori nos braços. Shina surge e vê a Deusa agradecer a Seiya por tê-la salvo. Enciumada, a Amazona de Cobra parte para matar o Cavaleiro de Bronze. Porém, quando tudo parece perdido, Shun e Hyoga chegam ao local, derrotam Jamian e atingem Shina, que desaparece.

Mais dois Cavaleiros de Prata aparecem. Capella de Auriga e Dante de Cérbero quase matam os Cavaleiros de bronze. Entretanto, ikki surge para defender Saori. Dante é liquidado por Fênix e Capella é mandado para o Mundo dos mortos com o Golpe Fantasma. Dante ainda tenta voltar à luta, mas Shun dá conta dele.

Ikki volta à Ilha da Rainha da Morte, onde enfrenta dois Cavaleiros Negros: Jango e o Fênix das Trevas. Fortificado pelo Espírito de Esmeralda, o mais forte dos Cavaleiros de bronze detona seus adversários.

Shiryu recebe em Rosan a visita de ohko, antigo discípulo do Mestre Ancião que voltou pra enfrentar o Dragão e provar que é o mais forte, mas acaba vencido. Na Fundação, a Máscara de Sagitário se une ao resto da armadura e afunda num lago.

Enquanto isso, Seiya luta contra Aracne de Tarântula. Depois de derrotar o Cavaleiro de Prata, o Pésago vai atrás da Água da Vida a fim de levá-la para Shiryu.

  • As 12 Casas do Zodíaco e seus Guardiões

Ares fala sobre os Cavaleiros de Ouro, guardiões das 12 Casas Zodiacais, e chama Milo de Escorpião para liquidar os Cavaleiros de Bronze.

No hospital, Seiya é atacado por Shina, mas quando Aiolia de Leão chega para matá-lo, a Amazona salva seu amado. Surgem Algethi de Hércules, Dios de Mosca e Siríus de Cão Maior, Cavaleiros de Prata que Seiya vence com a ajuda da Armadura de Ouro de Ságitario. Saori e o Espírito de Aiolos revelam que Ares tentou matar Atena.

Enquanto isso, o Máscara da Morte tenta exterminar o Mestre Ancião (Dohko de Libra), mas Shiryu encara o Cavaleiro de Ouro. Quando o dragão está prestes a ser derrotado, Mu de Áries surge para ajudá-lo.

Aiolia tenta desmascarar Ares, mas Shaka de Virgem aparece e enfrenta o Leão.

Saori é acertada no peito com uma flecha de ouro, pelo Cavaleiro de Prata, Tremy de Flecha. Para salvá-la, os Cavaleiros de Bronze têm que atravessar as 12 Casas Zodiacais em 12 horas.

  • Elevando o Cosmo até o Sétimo Sentido

A primeira é a de Áries, mas Mu não oferece resistência, e os avisa que eles terão de elevar seu Cosmo para concluir sua missão.

Na Casa de Touro, Seiya eleva seu cosmo ao sétimo sentido e consegue quebrar o chifre do Elmo de Aldebaran.

Na Casa de Gêmeos, os Cavaleiros notam a existência de dois Templos. Shun e Hyoga vão para um, Seiya e Shiryu para o outro. Mas o Dragão tira o Pégaso da Casa. No outro Templo, Shun e Hyoga são mandados a outra Dimensão. Andrômeda consegue escapar, porém o Cisne fica preso. Ikki manda sua cosmo energia para quebrar a concentração de Ares. Enquanto isso, Gêmeos volta a atacar. Shun envia sua Corrente à outra Dimensão, atinge Ares e segue para a próxima Casa.

Hyoga cai no Templo de Libra, onde enfrenta Camus de Aquário (Mestre do seu Mestre, o Cavaleiro de Cristal) e é vencido, ficando preso no gelo eterno.

O Pégaso e o Dragão chegam à Casa de Câncer. Shiryu manda Seiya seguir para a próxima Casa enquanto ele combate o Máscara da Morte. O Cavaleiro de Câncer lança o Dragão no Mundo dos Mortos. Graças às orações de Shunrei, o Cavaleiro de Bronze se recupera. O Máscara da Morte vai ao Mundo dos Mortos garantir que seu adversário morra de vez. A Armadura de Ouro deixa o corpo de Câncer. Shiryu, também tira sua armadura e derrota o Máscara da Morte. O espírito do Dragão volta ao seu corpo e sua visão é recuperada.

Seiya chega à Casa de Leão, onde encontra Aiolia mudado, decidido a matar o Pégaso. Cassius, pupilo de Shina, percebe o quanto sua Mestra ama o Pégaso, e como sabe que Aiolia está dominado por Ares, o brutamontes decide ajudar Seiya, recebendo os golpes em seu lugar. Ajudado pelo cosmo de Atena, o Pégaso atinge Aiolia, que volta ao normal, mas Cassius morre.

Ikki sai do vulcão e enfrenta Shiva de Pavão e Ágora de Lótus, Discípulos de Shaka de Virgem. Porém, Shaka lança seu cosmo para paralisar o Fênix, que não consegue acertar seus oponentes. Atena, então, corta a concentração do Cavaleiro de Virgem, e Ikki liquida Shiva e Ágora. Seiya,

Shun e Shiryu entram na Casa de Virgem. Quando Shaka ia arrancar a cabeça de Andrômeda, Ikki chega. O Cavaleiro de Ouro lança o Fênix nos seis mundos do Sei San Sara. O Cavaleiro de Virgem aplica seu golpe em Ikki, deixando-o sem os cinco sentidos. O Fênix, então, iguala seu Cosmo ao de Shaka, mas os dois morrem.

Shina fica sabendo da morte de Cássios e decide ajudar os Cavaleiros de Bronze.

Na sétima casa, Seiya, Shiryu e Shun encontram Hyoga preso no gelo e o libertam com a Espada da Armadura de Libra. Enquanto Seiya e Shiryu vão para o próximo Templo, Shun fica para reanimar o amigo.

Na oitava Casa, o Pégaso e o Dragão são feridos por Milo de Escorpião. Hyoga, recuperado, surge e prende Milo com seu Circulo de Gelo, ordenando que Shiryu, Seiya e Shun sigam em frente. A batalha entre Milo e Hyoga é difícil, mas o Escorpião decide parar de lutar.

Tatsumi e os Cavaleiros de Bronze menores chegam ao Santuário.

Na Casa de Aquário, Camus aguarda o pupilo do Mestre Cristal.

Tatsumi entrega o Cetro a Saori, evocando o poder das Armaduras.

A Armadura de Sagitário volta a seu Templo. Quando Seiya, Shun e Shiryu entram na Casa de Sagitário, a vestimenta sagrada lança sua flecha contra o Pégaso. A flecha que a Armadura de Sagitário lança contra Seiya abre uma passagem secreta na Nona Casa. Shun recobra a consciência e Hyoga entra no Templo. Juntos, os Defensores de Atena passam pelas armadilhas e saem da Casa de Sagitário.

Na Casa de Capricórnio, uma enorme fenda no chão separa Shiryu dos outros. O Dragão encara a Excalibur de Shura. Sem sua Armadura, Shiryu permite que o Cavaleiro de Ouro enterre a mão em seu peito e aplica nele o golpe proibido pelo Mestre Ancião, quando sobe ao céu e mata o Cavaleiro de Capricórnio.

Na Casa de Aquário, Hyoga enfrenta Camus. Seiya e Shun seguem para a próxima Casa. Na luta entre o Cisne e o Aquário, uma forte explosão destrói os dois Cavaleiros.

Seiya e Shun chegam à última Casa Zodiacal. Enquanto Andrômeda enfrenta Afrodite de Peixes, o Pégaso corre para a Sala do Mestre, mas encontra rosas venenosas e desmaia. Ao saber que Afrodite matara seu Mestre na Ilha de Andrômeda, Shun explode seu Cosmo e atinge o Cavaleiro de Peixes. O confronto entre Shun e Afrodite é sangrento. Finalmente, o Cavaleiro de Bronze eleva seu cosmo e vence o Cavaleiro de Ouro, mas cai morto, sem forças.

Na Sala do Mestre está Saga de Gêmeos que, como Mestre, se mostra generoso desta vez e diz a Seiya para deter o Relógio de Fogo se quiser salvar Atena. Seiya está saindo para o Templo de Atena quando Saga se transforma em um ser malvado novamente e ataca o Cavaleiro de Bronze.

Na Casa de Áries, Shaka, através da telepatia, pede a Mu para ajuda-lo.

Ikki, que chega a tempo de ajudar Seiya. O Pégaso escapa, mas Saga golpeia o Fênix e vai atrás dele. No Templo de Atena, Seiya pega o Escudo de Ouro e direciona para Saori. A flecha no peito de Saori desaparece. Saga, invencível, luta com Seiya e Ikki. Saori, então, sobe as 12 Casas e ressuscita os Cavaleiros de Bronze mortos. Quando todos retornam ao Templo, a Armadura de Gêmeos deixa o corpo de Saga diante de Saori, e ele é atingido pelo Cetro de Atena. Ao morrer, Saga volta ao normal e implora perdão. Saori toma Seiya nos braços para que seu Cavaleiro descanse em paz.

[CDZ] Guia de Episódios da Saga do Santuário



  • 01 – As Lendas de uma nova era

A Guerra Galáctica, torneio que premiará o vencedor com a Sagrada Armadura de Ouro de Sagitário começou mas nem todos os seus competidores se apresentaram. No Santuário de Atena, na Grécia, Seiya desperta seu Cosmo e conquista a Armadura de Bronze de Pégaso ao derrotar Cássios. Antes de retornar para o Japão, o Cavaleiro ainda enfrenta a Amazona Shina de Cobra. Na ocasião, Seiya consegue quebrar a máscara da Guerreira.

  • 02 – Quando Seiya Veste a Armadura de Pégaso

Na sede da Fundação Graad, Saori recebe Seiya. O Cavaleiro aceita participar da competição, em troca a Srta. Kido promete usar a Fundação para localizar Seika, a irmã de Seiya. No dia seguinte, o Cavaleiro de Pégaso vence Geki de Urso na competição.

  • 03 – Cisne, o Guerreiro do Gelo

Hyoga se despede de sua mãe sepultada nos mares gélidos da Sibéria. Em seguida, destrói a milenar Muralha de Gelo e conquista a Armadura de Cisne. De volta ao Japão, Hyoga enfrenta o Cavaleiro de Hidra na Guerra Galáctica. Utilizando seu Pó de Diamante, o Cisne arrasa com Ichi.

  • 04 – O Invencível Golpe do Dragão

Shiryu enfrenta Seiya. O Pégaso vê seus Meteoros serem repelidos pelo Escudo do Dragão. Com grande destreza, Seiya consegue fazer Shiryu acertar o Cólera do Dragão em seu próprio escudo. O punho e o escudo do Dragão se quebram. Os dois Cavaleiros tiram suas armaduras e partem para o corpo a corpo.

  • 05 – A Ressurreição do Dragão

Seiya de Pégaso atinge o coração do Dragão, o ponto fraco de Shiryu. Mesmo muito ferido, o Pégaso, auxiliado por Shun e Hyoga, consegue fazer o coração de Shiryu voltar a bater, golpeando as costas do Dragão.

  • 06 – Fênix, o Guerreiro que Voltou do Inferno

No hospital, Shiryu e Seiya sentem um estranho cosmo e decidem voltar até o Coliseu. No momento que Shun de Andrômeda estava prestes a vencer Jabu de Unicórnio, Ikki de Fênix aparece jurando vingar-se de todos.

  • 07 – A Vingança do Cavaleiro Fênix

Ikki resolve matar seu irmão Shun. O Fênix recorda que para defender Shun acabou sendo mandado para a Ilha da Rainha da Morte. Nachi de Lobo decide combater Ikki. O Lobo é atingido pelo Golpe Fantasma e cai derrotado. Chegam ao Coliseo os Cavaleiros Negros comandados por Ikki. Eles roubam a armadura de Sagitário e fogem.

  • 08 – A Procura da Armadura de Ouro

Seiya, Shiryu, Hyoga e Shun partem atrás dos ladrões. Ikki chega a vestir a armadura de Sagitário, mas o Pégaso acaba com a festa. O quarteto recupera quatro partes. O resto é levado por Ikki. Enquanto Shiryu leva as armaduras de Dragão e de Pégaso para serem consertadas em Jamiel, os demais vão no encalço do Fênix.

  • 09 – Os Cavaleiros do Apocalipse

Ikki de Fênix envia os Cavaleiros Negros: Pégaso Negro, Cisne Negro, Andrômeda Negro e Dragão Negro, ao Japão, para enfrentar os Cavaleiros de Bronze e recuperar as outras partes da armadura de Ouro.

  • 10 – O Túmulo das Armaduras Sagradas

Saori recebe um desafio de Ikki. O Fênix quer que Seiya e seus amigos o encontrem no Vale da Morte para lutar pelas partes da armadura. Shiryu chega em Jamiel, onde encontra Mu. O ferreiro avisa que para recuperar as armaduras precisará do sangue do Dragão que se diz pronto para qualquer sacrifício.

  • 11 – Seiya Enfrenta o Pégaso Negro

No Vale da Morte começam os combates. Kiki, o aprendiz de Mu, leva para Seiya a armadura de Pégaso. Em seguida, o Cavaleiro enfrenta o Pégaso Negro. Mesmo vitorioso, o herói é ferido pelo Meteoro Negro e começa a sentir os efeitos da Morte Negra. Hyoga se depara com o Cisne Negro e o vence. O Cavaleiro Negro, antes de morrer, envia o símbolo do Cisne de seu elmo para Ikki. No símbolo estavam registrados os segredos da técnica usada por Hyoga.

  • 12 – As Correntes da Amizade

Hyoga enfrenta Ikki. Conhecendo a técnica de seu adversário, o Fênix consegue dar um golpe certeiro no coração de Hyoga que cai morto. Shiryu, já recuperado, chega ao local. Shun localiza Seiya, e mesmo lutando contra o Andrômeda Negro, que é vencido, consegue resgatar o amigo.

  • 13 – As Façanhas Explosivas

Shiryu encara o Dragão Negro. Por ter perdido muito sangue para recuperar as armaduras, o Cavaleiro de Atena estava enfraquecido. Quase vencido, o Cavaleiro vê o Dragão Negro salvar sua vida por ter compreendido a importância da amizade. O Dragão acerta o Pégaso em seus 13 Pontos Cósmicos para este escapar da Morte Negra. Ikki encontra Shiryu e Shun. Andrômeda implora para seu irmão parar os ataques mas o Fênix está decidido em matar a todos. Seiya se recupera e tenta lutar contra Ikki.

  • 14 – A Derrota do Espirito Diabólico

Hyoga reaparece para enfrentar Ikki. O Cisne fora salvo pelo Rosário de sua mãe, que levava junto de seu coração. O Fênix não desiste e quase vence. Entretanto os Cavaleiros foram protegidos pela armadura de Sagitário. Ikki insiste porém, para sua surpresa, partes das armaduras dos Cavaleiros se unem à do Pégaso para vencê-lo.

  • 15 – O Segredo de Fênix

O ódio no coração de Ikki se foi. O Fênix conta aos Cavaleiros como sofreu na Ilha da Rainha da Morte. Seu Mestre, o Cavaleiro do Diabo, só pensava em ensinar-lhe como vencer através do ódio. Na Ilha, seu único amparo era o amor de Esmeralda, que acabara morta por seu pai, o Cavaleiro do Diabo. Após a confissão, surge um novo inimigo, Dócrates. Ikki se sacrifica para deter o gigantesco Cavaleiro.

  • 16 – O Ataque à Fundação

No Santuário, o Mestre Ares exige notícias sobre a recuperação da armadura de Sagitário. Seiya e seus amigosregressam para o Japão apenas com o capacete da Armadura de Ouro. Dócrates, dado como morto, aparece na Mansão Kido para tomar a Máscara de Sagitário. No meio da briga, Saori acaba seqüestrada pelo Cavaleiro enviado por Ares.

  • 17 – Temos que Salvar Saori

Dócrates ordena que os quatro Cavaleiros o encontrem no Coliseo. Seiya, Shun e Hyoga enfrentam o gigante. Usando os ensinamentos do Mestre Cristal, o Cisne consegue congelar as pernas de Dócrates para Seiya e Shun liquidarem com o enviado de Ares. Shiryu e Kiki não conseguem recuperar as outras partes da armadura de Sagitário.

  • 18 – Os Cavaleiros do Abismo

Saori e os Cavaleiros ficam sabendo que forças ocultas agem no Santuário. Ares ordena que Gigars recupe a Máscara da Armadura Dourada e liquide com Seiya e seus companheiros. Gigars recorre a Shina, que sugere a utilização de Jisty e seus Cavaleiros Fantasmas. Os enviados do mal dominam um petroleiro e exigem que os quatro cavaleiros levem a Máscara Dourada. Seiya, Shiryu, Hyoga e Shun conseguem deter o Medusa, o Golfinho e o Serpente Marinha, que são salvos por Jisty.

  • 19 – A Ilha do Espectro

Os Cavaleiros seguem para a Ilha do Espectro para recuperar o Capacete da Armadura. Lá, os Cavaleiros Fantasmas são derrotados. Na Fortaleza, Seiya vence Jisty e recupera a parte roubada da Armadura.

  • 20 – A Traição do Senhor dos Gelos

Marin ouve no Santuário que o Mestre Cristal, após ter sido chamado por Ares na Grécia, sofreu uma grande transformação ao receber o Satã Imperial. Shun segue com Saori e a Máscara de Sagitário para um esconderijo. Seiya, Shiryu e Hyoga vão perguntar aos seus Mestres se eles sabem sobre o que acontece no Santuário. Nas ruínas gregas, Shina enfrenta o Pégaso, que é salvo por Marin. Hyoga chega na Sibéria e encontra seu Mestre totalmente mudado.

  • 21 – A Pirâmide de Gelo

Shiryu encontra seu Mestre nos Cinco Picos Antigos de Rozan. O Mestre Ancião conta que um novo Mestre substituiu o antigo que havia morrido. Na Sibéria, Hyoga enfrenta o Mestre Cristal. O Cisne vence seu Mestre, que antes de morrer volta a si e destrói a pirâmide.

  • 22 – O Cavaleiro das Chamas

Gigars, junto do Cavaleiro do Fogo, localiza Saori. Shun de Andrômeda tenta enfrentá-los, mas acaba envolto em chamas. Quando tudo parecia perdido, das labaredas surge Ikki de Fênix. Rapidamente o irmão de Shun aplica seu Golpe Fantasma no Cavaleiro do Fogo, que morre. Gigars foge apavorado.

  • 23 – O Anjo da Morte

Píton manda Marin de Águia atrás de Seiya de Pégaso. A Amazona vai para o Japão acompanhada de Misty de Lagarto, um Cavaleiro de Prata. Na praia, Seiya enfrenta Misty mas é Marin quem golpeia fatalmente seu pupilo. Tudo não passava de uma farsa e o Cavaleiro de Lagarto entende a farsa e volta para lutar contra Seiya novamente.

  • 24 – O Vôo de Pégaso

Achando que havia liquidado com Seiya de Pégaso, Misty de Lagarto resolve ir tomar um banho no mar, mas Seiya estava vivo. De volta à batalha, Misty é liquidado por Seiya. Chegam mais dois Cavaleiros de Prata: Mouses e Asterion. Eles descobrem que Marin ajudou Seiya a vencer Misty. Acusada de traidora, a Amazona é presa para atrair o Pégaso. Seiya aparece. No meio da briga, os Cavaleiros de Prata revelam que Marin é a irmã desaparecida de Seiya. Ao ouvir a noticia, o Pégaso vence Mouses.

  • 25 – A Revelação

Seiya ainda precisa vencer Asterion para poder salvar Marin. O Cavaleiro de Prata usa seu Ataque de 1 Milhão de Fantasmas, atordoando Seiya. Marin se solta com a ajuda de Kiki e com seu Lampejo da Águia termina com a luta. O Pégaso reencontra os amigos nas ruínas do Coliseo. Tatsumi revela que Saori é a reencarnação da Deusa Atena. Logo após a revelação, surge Babel de Centauro, outro Cavaleiro de Prata. Durante a luta entre os Cavaleiros de Bronze e Babel aparecem outros três Cavaleiros desconhecidos.

  • 26 – Os Cavaleiros de Aço

Com a ajuda dos Cavaleiros de Aço: Shô da Armadura do Céu, Daichi da Armadura da Terra e Ushô da Armadura da Água, Hyoga consegue liquidar com Babel de Centauro. No Santuário, Píton envia Shina, Algol de Perseu e Spartan atrás de Seiya e seus amigos. A caminho da Grécia, Spartan derruba o avião e atrai os Cavaleiros de Bronze para a ilha.

  • 27 – O Escudo da Medusa

Shun de Andrômeda é transformado em pedra pelo Escudo da Medusa de Algol de Perseu. Shina de Cobra é vencida por Seiya, mas este também é transformado em pedra. Sobra apenas Shiryu de Dragão, que graças ao seu escudo não virou estátua.

  • 28 – O Golpe de Misericórdia do Dragão

Shiryu de Dragão fura seus próprios olhos para enfrentar Algol, frente a frente. Cego e direcionado pelo cosmo de Atena, o Dragão derrota o Cavaleiro de Prata. Seiya e Shun voltam ao normal. Spartan apavorado foge com Shina. De volta ao Japão, Seiya e os demais ficam sabendo que os Cavaleiros de Aço foram criados em segredo por Mitsumasa Kido para ajudá-los.

  • 29 – O Seqüestro de Saori

Shiryu de Dragão volta aos Cinco Picos Antigos de Rozan para se recuperar. Na Fundação, Seiya de Pégaso se desentende com Ikki de Fênix bem na hora que Jamian de Corvo seqüestra Saori. O Pégaso localiza o Cavaleiro de Prata, mas não consegue salvar Atena.

  • 30 – O Cosmo Flamejante do Amor

Seiya consegue soltar Saori dos Corvos mas fica encurralado por Shina e Jamian. Ele se joga no penhasco e em queda-livre, Seiya faz o impossível para salvar Atena. Pela manhã, quando Shina os localiza, ela vê a Deusa agradecendo Seiya por ter salvo sua vida. Enciumada, a Amazona acaba com a farra. Shun e Hyoga chegam ao local e derrotam Jamian. Shina desaparece após ser atingida pelo Cisne.

  • 31 – A Fronteira Entre a Vida e a Morte

Mais dois Cavaleiros de Prata aparecem: Capella e Dante. Eles quase matam os dois Cavaleiros de Bronze. Entretanto, Ikki surge para defender Saori. Dante é liquidado pelo Ave Fênix, depois Capella é mandado para o Mundo dos Mortos com o Golpe Fantasma. Dante ainda tenta voltar à luta, mas Shun vence ele facilmente.

  • 32 – A Explosão da Ilha da Rainha da Morte

Ikki de Fênix volta a Ilha da Rainha da Morte, onde enfrenta Jango e o Fênix Negro. Fortificado pelo espirito de Esmeralda, o mais forte dos Cavaleiros de Bronze detona com seus adversários e vence facilmente Jango.

  • 33 – As Lágrimas do Dragão Cego

Shiryu de Dragão recebe, nos Cinco Picos Antigo de Rozan, a visita de Ohko: antigo discípulo do Mestre Ancião. O rapaz voltou para enfrentar o Cavaleiro de Dragão e provar ser o mais forte. Enquanto isso, Seiya de Pégaso parte em busca da Água da Vida.

  • 34 – Adeus Companheiro, Descanse em Paz

Mesmo cego, Shiryu de Dragão mostra ter um cosmo muito maior que Ohko, que acaba vencido pelo Cólera do Dragão. Na Fundação Graad, a Máscara de Sagitário some e acaba se unindo com o resto da armadura e afunda num lago.

  • 35 – A Esperança de Seiya

Seiya enfrenta grandes desafios para achar a Água da Vida. Mais uma Cavaleiro de Prata aparece: Aracne de Tarântula. Seiya vence facilmente o Cavaleiro de Prata e consegue pegar a Água da Vida. Ele pede para Kiki levá-la para Shiryu de Dragão.

  • 36 – As Doze Armaduras de Ouro!

Mestre Ares convoca Milo de Escorpião para liquidar os Cavaleiros de Bronze. O Mestre diz sobre a existência de Doze Cavaleiros de Ouro, fato que poucos conheciam. No hospital onde se recuperava, Seiya é atacado por Shina. A Amazona confessa ser apaixonada pelo Pégaso. O caso é que como ele viu seu rosto, ela teria que amá-lo ou matá-lo. Achando que jamais seria correspondida, Shina resolveu matar seu amado. No Santuário, Aiolia de Leão se oferece para enfrentar os Cavaleiros de Bronze.

  • 37 – A Decisão da Armadura de Sagitário

Shina segue lutando contra Seiya. A Amazona só pára com a chegada de Aiolia. Percebendo que o Cavaleiro de Ouro estava lá para matar o Pégaso, Shina resolve enfrentá-lo e é ferida. Aiolia dispara sua Cápsula do Poder contra Seiya, mas Shina se joga na frente salvando o Seiya. Tocado pelo sacrifício da Amazona, Aiolia desiste de matar Seiya, que agora quer briga. O Cavaleiro de Ouro já estava levando a Amazona para o Santuário quando três Cavaleiros de Prata surgem: Algethi, Dio e Sírius. Seiya usando a Armadura de Sagitário detona com o trio.

  • 38 – Ataquem Cavaleiros de Ouro!

Vestindo a Armadura de Sagitário, Seiya enfrenta a Cápsula do Poder de Aiolia. Shun e Hyoga também chegam ao local e contam que o Santuário está dominado pelas forças do mal. Atena e o espirito de Aiolos revelam que Ares está do lado das trevas. Saori conta que Aiolos a salvara de ser morta pelo Mestre. Convencido, Aiolia volta para a Grécia para tirar satisfações com Ares. A Armadura de Sagitário deixa Seiya e indica que os Cavaleiros de Bronze devem ir para o Santuário.

  • 39 – Shiryu contra o Máscara da Morte

Chega nos Cinco Picos de Rozan, o Cavaleiro de Ouro Máscara da Morte de Câncer. Enviado por Ares, o Cavaleiro de Câncer estava lá para matar o Mestre Ancião. Mesmo cego, Shiryu encara o Guerreiro Dourado. Mu, o Cavaleiro de Ouro de Áries, chega ao local e impede a morte de Shiryu. Câncer decide voltar para o Santuário.

  • 40 – A Partida

No caminho para o aeroporto, Shun de Andrômeda é detido por June de Camaleão. A Amazona conta que a Ilha de Andrômeda foi devastada pelo Cavaleiro de Escorpião. Para complicar, Spika e Reda, dois outros Cavaleiros vindos da Ilha destruída, resolvem matar Shun em troca do perdão do Mestre Ares.

  • 41 – A Crise de Atena

Shun de Andrômeda vence os dois Cavaleiros e segue para o Santuário junto dos demais. No caminho, Saori revela a existência de doze Cavaleiros de Ouro e que Ares pode ser o Cavaleiro de Gêmeos. Nisso, Aiolia tenta desmascarar Ares. Shaka de Virgem também chega na sala e enfrenta o Leão. Os Cavaleiros de Bronze, inclusive Shiryu, chegam ao Santuário. Em frente as 12 Casas Zodiacais, Saori é atingida no coração pelo Cavaleiro Tremy de Flecha.

  • 42 – Cosmo Final

Para salvar Saori, os Cavaleiros de Bronze terão que atravessar as 12 Casas Zodiacais protegidas pelos Cavaleiros de Ouro, para chegarem à Sala do Mestre em apenas 12 horas. A primeira Casa é a de Áries, mas Mu, seu guardião, não oferece resistência. Muito pelo contrário, ele conserta todas as armaduras de bronze. Mu avisa aos Cavaleiros de Bronze que eles precisarão elevar seus cosmos até ao sétimo sentido, para enfrentar os Cavaleiros de Ouro.

  • 43 – Batalha na Casa de Touro

A posição de ataque e defesa de Aldebaran de Touro se mostra inabalável. Lembrando dos ensinamentos de Marin de Águia, Seiya de Pégaso percebe que havia uma maneira de desviar do grande chifre e ao mesmo tempo golpear seu oponente.

  • 44 – Gêmeos, o Labirinto de Luz e Sombra

Seiya de Pégaso eleva seu cosmo e, desviando do golpe de Aldebaran, quebra o chifre esquerdo do capacete do Cavaleiro Dourado. O Touro permite que o Pégaso siga, mas os demais Cavaleiros de Bronze têm de vencê-lo para ir em frente. Hyoga, Shiryu e Shun unem seus golpes e paralisam Aldebaran. Na Casa de Gêmeos, os Cavaleiros não conseguem encontrar a saída. Até que eles notam a existência de dois Templos de Gêmeos. Seiya e Shiryu vão para um e Shun e Hyoga para o outro.

  • 45 – Enviados Para Uma Outra Dimensão

Hyoga e Shun encaram o Cavaleiro de Gêmeos. Na outra Casa, Shiryu e Seiya também se deparam com Gêmeos. Por estar cego, Shiryu sente que na verdade havia apenas a Armadura Dourada lá. O Dragão arrasta o companheiro para a saída da Casa. No outro Templo, Shun e Hyoga são mandados para outra Dimensão. Graças as Correntes de Andrômeda, Shun escapa porém o Cisne fica preso na outra Dimensão.

  • 46 – A Corrente Nebulosa de Andrômeda Ataca Desta Vez

Ikki de Fênix envia sua cosmo energia para quebrar a concentração de Ares e volta a adormecer dentro do vulcão, onde se recupera. Gêmeos volta a atacar. Desta vez Andrômeda consegue enviar sua Corrente além da outra Dimensão, atingindo Ares. Shun segue para a próxima Casa. Hyoga cai no Templo de Libra.

  • 47 – O Corajoso Hyoga Descansa em Paz

Camus de Aquário enfrenta Hyoga na Casa de Libra. O Cavaleiro de Ouro, que foi o treinador do Mestre Cristal, usa sua Execução Aurora contra o Cisne. Hyoga é vencido e preso no esquife de gelo eterno.

  • 48 – O Dragão Volta do Mundo dos Mortos

Seiya e Shiryu chegam na Casa de Câncer que é toda forrada com cabeças de pessoas mortas pelo Máscara da Morte. Furioso, o Dragão manda Seiya seguir para a próxima casa pois ele quer combater sozinho em Câncer. O Máscara da Morte lança Shiryu no Mundo dos Mortos com seu Ondas do Inferno. Ajudado pelo cosmo de Atena, o Dragão retorna da morte para continuar a luta contra o Cavaleiro de Câncer, que mais uma vez manda o cavaleiro para o Mundo dos Mortos.

  • 49 – Shunrei reza por Shiryu

Graças às orações de Shunrei, o Cavaleiro de Dragão se recupera. O Máscara da Morte vai ao Mundo dos Mortos garantir que seu adversário morra de uma vez por todas. Shiryu, por estar no mundo dos mortos, pode enxergar novamente!

  • 50 – Levante-se Dragão

A Armadura de Ouro deixa o corpo de Máscara da Morte de Câncer. Shiryu de Dragão também tira sua armadura e, libertando um poderoso Cólera do Dragão, derrota o Máscara da Morte. Em seguida, seu espírito volta ao seu corpo. Shun encontra o Dragão, que recuperou sua visão.

  • 51 – Por Que Leão Tenta Matar Seiya?

Seiya chega na Casa de Leão, onde encontra um mudado Aiolia. O Cavaleiro de Leão está determinado a matar o Pégaso. Os Meteoros de Seiya nada fazem contra a Cápsula do Poder e o Relâmpago de Plasma de Aiolia. Nas proximidades do Santuário, Marin é pega por Jaki. Para vencer seu gigantesco oponente, a Amazona salta com ele montanha abaixo. Durante a queda, Marin envia seu cosmo para Seiya, que pela primeira vez evita os golpes de Aiolia.

  • 52 – O Golpe Satânico de Ares

Cássius, que cuidava de Shina, percebe o quanto sua Mestra era apaixonada por Seiya e decide ajudá-lo. Na verdade, o Cássius amava há tempos Shina. Cassios também sabia que Aiolia fora acertado pelo Satã Imperial do Mestre Ares. O Leão só voltaria ao normal quando matasse alguém.

  • 53 – Cassios Morre por Amor

O Pégaso estava quase morto. Cassios chega na quinta Casa e salta na frente de Seiya recebendo a Cápsula do Poder. Em seguida, ajudado pelo cosmo de Atena, o Cavaleiro de Pégaso atinge seus Meteoros contra Aiolia que volta ao normal. Porém Cassios não resiste e morre.

  • 54 – Ikki, a ave Fênix sem asas

Ikki sai do vulcão mas surgem dois Cavaleiros de Prata, Shiva de Pavão e Ágora de Lótus. Ikki não consegue lutar direito pois Shaka de Virgem, através do seu cosmo, bloqueia seus movimentos.

  • 55 – A Súplica de Atena

Ágora de Lótus e Shiva de Pavão seguem enfrentando o Fênix. Atena corta a concentração do Cavaleiro de Virgem. Ikki pode exterminar Shiva e Ágora com um único Ave Fênix.

  • 56 – Shaka, o Cavaleiro Mais Próximo de Deus

Seiya de Pégaso, Shun de Andrômeda e Shiryu de Dragão entram na Casa de Virgem onde são facilmente repelidos por Shaka. Quando o Cavaleiro de Ouro já ia arrancar a cabeça de Andrômeda, Ikki de Fênix chega no sexto Templo. Shaka lança Ikki aos seis mundos.

  • 57 – Shaka Abre os Olhos

Shaka de Virgem tortura Ikki de Fênix, fazendo-o relembrar de seu passado sofrido. Diante da força do Fênix, o Cavaleiro de Virgem aplica o Tesouro dos Céu. Ikki fica sem seus cinco sentidos.

  • 58 – Ikki Morre Corajosamente por Amizade

Shaka de Virgem abriu seus olhos, o que quer dizer que ele elevara até o sétimo sentido. Mesmo sem seus sentidos e recebendo mais um Tesouro dos Céu, Ikki iguala seu cosmo ao do Cavaleiro Dourado e vence Shaka. Infelizmente os dois acabam mortos.

  • 59 – Hyoga Volta à Vida

Shina fica sabendo da morte de Cassios e decide ajudar os Cavaleiros de Bronze. Na sétima casa, Seiya, Shiryu e Shun encontram Hyoga preso no esquife de gelo. A Armadura de Libra surge para Shiryu escolher dentre seus seis pares de armas a certa para libertar o Cisne. O Dragão escolhe a espada. Com um golpe certeiro Hyoga é libertado. Enquanto Seiya e Shiryu rumam para o próximo Templo, Shun fica para reanimar seu amigo usando sua cosmo energia.

  • 60 – O Renascer de Hyoga

Milo de Escorpião é o guardião da oitava Casa Zodiacal. Mesmo com a união do Meteoro de Pégaso ao Cólera do Dragão, o Cavaleiro Dourado não é detido. Pior, Milo fere gravemente os dois Santos Guerreiros com sua Agulha Escarlate. Hyoga, recuperado, se apresenta para o combate.

  • 61 – Renda-se ou Morrerá!

Hyoga de Cisne prende Milo de Escorpião com seu Circulo de Gelo. Depois, o Cisne ordena a Shiryu e Seiya que sigam em frente levando Shun (desmaiado por ter usado seu cosmo para reviver o amigo). Tatsumi e os Cavaleiros de Bronze menores chegam ao Santuário para proteger Atena. O Cisne tenta congelar seu oponente, mas não consegue. O Escorpião acerta os pontos vitais de Hyoga com sua Agulha Escarlate.

  • 62 – Hyoga, o Guerreiro Corajoso

Hyoga de Cisne dispara o seu Trovão Aurora mas o golpe nada faz no Cavaleiro de Ouro. Apesar de todo o sangue perdido, Hyoga segue lutando. Diante da coragem do Cisne, Milo entende que de fato o Cavaleiro de Bronze lutava por Atena. O Escorpião pára a luta, e ainda acerta outro ponto de Hyoga, estancando o sangramento. Na Casa de Aquário, Camus aguarda o seu pupilo.

  • 63 – Todas as Armaduras Douradas Reuniram-se no Santuário!

Tatsumi coloca nas mãos de Saori o Cetro, que atrai a armadura de Sagitário. O Cetro e a Armadura juntos ressoam fazendo todas as armaduras sagradas brilharem. Ares, na sua sala, também sente o poder das Armaduras. A Armadura de Sagitário volta para seu Templo. Seiya (carregando Shun) e Shiryu entram na Casa de Sagitário. Para a surpresa deles, a armadura de Sagitário lança sua flecha contra o Pégaso.

  • 64 – Juramos Proteger Atena!

A flecha atinge a parede da Casa revelando uma passagem secreta. No mesmo instante, Shun recobra a consciência e Hyoga entra no Templo. Juntos os Defensores de Atena passam pelas armadilhas da Casa. Os quatro chegam até o fim da Casa de Sagitário, onde estava o testamento de Aiolos.

  • 65 – A Espada Sagrada Ruge

Os Cavaleiros de Atena chegam na Casa de Capricórnio. Logo na entrada, uma enorme fenda é aberta no chão separando Shiryu do resto do grupo. Shura de Capricórnio conta ter enfrentado Aiolos quando este tentava salvar Atena. Inconformado, Shiryu encara a Excalibur do Cavaleiro de Ouro.

  • 66 – Shiryu se Transforma Numa Estrela Cadente

Sem a sua Armadura de Bronze, Shiryu de Dragão segue enfrentando Shura. O Dragão permite que Shura enterre a mão em seu peito. Shiryu arranca o braço de Capricórnio e aplica o Último Dragão, a técnica proibida pelo Mestre Ancião, e salta para as estrelas levando consigo Shura. Antes de morrer, o Cavaleiro de Capricórnio se arrepende.

  • 67 – Adeus aos meus Amigos e ao meu Mestre

Na Casa de Aquário, Hyoga volta a lutar com Camus. Seiya e Shun seguem para a próxima Casa. O Cavaleiro de Bronze é avisado por Camus que só poderá vencê-lo se alcançar o zero absoluto. Hyoga recebe uma forte rajada de Execução Aurora. O Cavaleiro de Aquário volta a prender o Cisne no esquife de gelo mas Hyoga destrói o caixão com seu cosmo. O Guerreiro do Gelo eleva sua cosmo energia até o sétimo sentido. Com sua armadura destruída, Hyoga consegue atingir o zero absoluto e disparar a Execução Aurora contra a de Camus. Os dois morrem.

  • 68 – Um Maravilhoso Guerreiro: Afrodite

Seiya e Shun chegam na última Casa Zodiacal. O Pégaso corre para a Sala do Mestre, enquanto Andrômeda enfrenta Afrodite de Peixes. O que Seiya não esperava era encontrar as escadas repletas de rosas venenosas. O Pégaso não resiste e desmaia.

  • 69 – O Doce Aroma da Morte

Shun ao saber que Afrodite matara seu Mestre Albion, na Ilha de Andrômeda, explode seu cosmo. O irmão de Ikki consegue rebater as Rosas Diabólicas de Afrodite. Depois, com sua Onda Relâmpago atinge o Cavaleiro de Peixes.

  • 70 – Descanse em Paz Shun

Afrodite usa a Rosa Piranha. A flor negra destrói as Correntes e a Armadura de Andrômeda mas Shun, elevando seu cosmo até o sétimo sentido, e mesmo atingido por uma das Rosas Brancas no coração, lança sua Tempestade Nebulosa e vence Afrodite. Andrômeda sem forças cai morto. No caminho para a Sala do Mestre, Marin e Shina acabam com Píton e seus capangas. A Amazona de Águia, assim pode seguir para salvar Seiya.

  • 71 – O Relógio de Fogo se Extingue

Marin reanima Seiya, que chega na Sala do Mestre. Para sua surpresa, o Mestre se mostra uma pessoa generosa. Ele é Saga de Gêmeos. Seiya quer levá-lo para retirar a flecha de Atena, mas o Mestre diz que para Saori não morrer, o Cavaleiro de Bronze terá que chegar no Templo de Atena e refletir o Escudo da Justiça contra o Relógio de Fogo. Quando Seiya deixava a sala, Saga sofre uma transformação. Seus cabelos mudam de cor e a face perversa de Gêmeos aflora. Vestindo sua Armadura Dourada o Mestre ataca o Pégaso.

  • 72 – Seiya, não perca seus amigos

Ares tira todos os sentidos de Seiya. Na Casa de Áries, Shaka pede para Mu ajudar a ressuscitar ele e Ikki. Na Sala do Mestre, Seiya segue apanhando de Saga mas o Fênix chega para ajudá-lo. O Pégaso segue para o Templo de Atena guiado pelo cosmo de seus amigos mortos. Gêmeos tenta enviar Ikki para a outra Dimensão, mas não consegue. Saga golpeia o Fênix mais uma vez e corre atrás de Pégaso. Seiya pega o Escudo de Ouro nas mãos e fortificado pelo cosmo de Atena consegue parar o Relógio de Fogo, mesmo sendo acertado outra vez por Saga.

  • 73 – Amigos, Reunam-se com Atena!

Atena está salva. Saori sobe pelas 12 Casas onde é recebida pelos Cavaleiros de Ouro e ressuscita os Cavaleiros de Bronze mortos. Todos chegam até o Templo de Atena. Nem mesmo a Execução Aurora, o Cólera do Dragão e a Tempestade Nebulosa combinados conseguem detê-lo. Gêmeos até desafia os demais Cavaleiros de Ouro. Seiya se levanta e dispara um poderoso Meteoro de Pégaso mas, por incrível que parece, Saga retorna. Saga é acertado fatalmente pelo Cetro de Saori. Já morrendo, Saga volta ao normal e implora perdão.