Arquivo da categoria: Os Guerreiros do Armagedon

[Os Guerreiros do Armagedon] Informações Especiais do Filme


Em 1989, a Toei Animation lançou mais um longa-metragem dos Cavaleiros do Zodíaco. Com o título original “Saishu Seisen No Senshi Tachi” que traduzido, seria algo como “Os Guerreiros da Última Guerra Santa”. O título foi adaptado para “Os Guerreiros do Armagedon” e/ou “A Batalha Final”.

Nesse longa-metragem, estrelado pelos Defensores de Atena, temos a conexão da série da TV com os outros especiais: A Batalha de Éris, A Batalha de Poseidon (série) e A Batalha de Abel.

Como é de costume o mix mitológico dos Cavaleiros, dessa vez, os Cavaleiros deixarão as mitologias de lado e irão entrar na Religião Cristã, nas histórias bíblicas.

Bem nesse longa metragem o Sr. Kurumada misturou mitologia Grega com cristianismo! Para quem não sabe cristianismo é uma religião, dos quais acreditam piamente em Jesus Cristo e também na Bíblia. Por que misturar cristianismo com mitologia? Isso se da exatamente porque ele colocou uns personagens da sagrada Bíblia, sim isso mesmo! O Lúcifer e seus cavaleiros do apocalipse vem de um livro da Bíblia, o livro do Apocalipse, e nele conta que Lúcifer (Luz e Fé) era um dos mais respeitados anjos do céu! Diz a bíblia que por causa da sua ganância, inveja e cobiça ele foi expulso do céu e levou um terço de anjos do céu com ele, por isso é que falamos satanás e seus anjos malignos. No longa metragem é Hyoga que explica isso para os demais, explica também que para chegar até Lúcifer será necessário passar por quatro cavaleiros do apocalipse e que cada cavaleiro do apocalipse traz consigo uma peste assim como a bíblia diz! Vale a pena conferir!

[Os Guerreiros do Armagedon] Resumo do Filme


  • O Pior dos Inimigos

Com a derrota de Poseidon, parecia que a paz voltaria a reinar na Terra. Mero engano: o pior estava por vir. Quando os Guerreiros de Atena mandaram os cosmo de Abel, Éris e Poseidon para o inferno, não suspeitavam que essa energia fosse reviver Lúcifer, o mais cruel dos demônios. Lúcifer já foi um dos mais belos anjos do céu. Por se achar muito poderoso, desafiou as leis de Deus e foi expurgado para o inferno pelo Arcanjo Gabriel (Atena na Mitologia Grega). Agora livre de seu cárcere, Lúcifer pretende se vingar da deusa da Justiça e destruir o mundo. Para alcançar seu maléfico objetivo, Lúcifer tem que enfrentar os destemidos Cavaleiros de Bronze.

  • Os Anjos Caídos

Lúcifer traz consigo quatro Cavaleiros: Ashtarote, Moa, Erigor e Belzebú. O quarteto demoníaco invade o Santuário e vence rapidamente os Cavaleiros de Ouro: Mú de Áries, Aldebaran de Touro, Aiolia de Leão, Shaka de Virgem e Milo de Escorpião. No topo das 12 Casas, Lúcifer arranca a cabeça da estátua da deusa com um simples golpe. Após isso, em uma montanha próximo ao Santuário, ergue-se o Santuário de Lúcifer chamado Pandemônio. Depois, começa o Apocalipse na Terra. Ondas torrenciais destroem as cidades litorâneas. Vulcões explodem e bombardeia vilarejos e mortais vírus surgem e matam as pessoas. Desastres um pouco familiares. Em socorro, Atena vai ao encontro de Lúcifer no Santuário. A deusa descobre que, para salvar a Terra, tem que encontrá-lo em seu palácio Pandemônio. Para chegar lá, ela tem que passar por vários obstáculos ao longo do caminho. Seiya, Hyoga e Shun, sem suas armaduras, são facilmente derrotados pelos quatro Cavaleiros do Armagedon. Enquanto Saori inicia sua jornada no palácio de Lúcifer, os três Cavaleiros de Bronze, muito feridos, vão se recuperar no hospital. Sabendo da notícia, Shiryu visita os amigos e toma conhecimento do que está acontecendo. É hora de ignorar a dor. Seiya, Shun, Hyoga e Shiryu vão em socorro de Atena no palácio Pandemônio. Logo na entrada, os Cavaleiros são recepcionados por Belzebú e Ashtarote. Como o tempo é escasso, Shiryu fica para enfrentar sozinho os dois servos de satã, enquanto os demais continuam a subir pelas escadarias do palácio.

  • O Poder do Dragão

Ashtarote parte para o combate. Shiryu tenta se defender com seu escudo do Dragão, mas a arma se desfaz em pedaços ao primeiro golpe da Picada de Cobra de seu inimigo. Shiryu é ferido gravemente mas as garras de Ashtarote varam o corpo do Dragão. Ainda assim ele concentra seu Cosmo e dispara seu Cólera do Dragão, conseguindo mandar seu adversário de volta para o inferno. Belzebú, que até então só observava o combate, entra em ação. Shiryu, muito ferido, se torna uma presa fácil. Com uma única investida do comandado de Lúcifer, Belzebú ataca Shiryu com suas Asas do Inferno. Shiryu cai desacordado. Vencedor do combate, Belzebú parte para junto de seu chefe.

  • A Queda de Andrômeda

O próximo Cavaleiro de Lúcifer a aparecer no caminho de Seiya, Hyoga e Shun é o estranho Erigor de Mantis. O Cavaleiro de Andrômeda fica com a missão de duelar com as presas afiadíssimas do gafanhoto diabólico. Utilizando sua corrente circular, Shun cria sua defesa em forma de teia de aranha para conter os golpes de seu inimigo. Mantis fica pouco tempo preso. Ele destrói a corrente e abate Shun, após ter estilhaçado a Armadura de Andrômeda. Fraco e atordoado, Shun ainda tem seu coração atingido pelas presas de Erigor. O servidor de Satanás tenta decepar a cabeça do Cavaleiro de Andrômeda quandi Ikki interfere.

  • Fênix em Ação

O cavaleiro de Fênix já chega aplicando seu Golpe Fantasma. Erigor não dá importância e arranca a cabeça de Ikki, que vomita um enxame de insetos. O Cavaleiro de Mantis é golpeado e então percebe que tudo não passou de uma ilusão criada pelo golpe alucinógeno de Fênix. Assim, Ergior também é mandado de volta para o inferno. Shun fica largado no chão implorando pela ajuda do irmão, mas Ikki dá as costas para o Cavaleiro de Andrômeda e parte dizendo ser mais importante salvar Atena e acabar com Lúcifer.

  • A Fantasia Demoníaca

Moa é o próximo enviado de Lúcifer a combater um dos defensores de Atena. Como Seiya prossegue seu caminho, Hyoga permanece para enfrentar as ilusões malditas do Cavaleiro das trevas. Hyoga ataca Moa e chega a congelá-lo, mas ele escapa facilmente. Então, Moa ataca Hyoga com seu Demônio de Fantasia. O Cavaleiro de Cisne se vê num lindo lugar, cheio de fadas e borboletas. Agora, o servo de Lúcifer ataca disfarçado na imagem da mãe de Hyoga. Enquanto o cavaleiro de Cisne se entristece todo, Moa vai deferindo seus poderosos golpes. Hyoga não tem outra escolha senão contra-atacar. Por mais difícil que seja golpear a própria mãe, o Guerreiro de Gelo invoca seu Cosmo e aniquila definitivamente seu inimigo com seu Trovão Aurora Ataque.

  • A Vingança de Lúcifer

Seiya chega ao topo do Pandemônio, onde Lúcifer assiste Atena afundar no mar de espinhos que cobre as escadas do Palácio, que a deusa tenta escalar. Saori sangra muito e tem sua roupa quase totalmente rasgada. Belzebú, que aguardava o Cavaleiro de Pégaso, golpeia Seiya fortemente. Atena, incansável, continua sua subida. Lúcifer vê sua vingança sendo consumada: Abel ordena que os vulcões cubram a Terra de fogo; Éris envia uma peste para matar todos os seres vivos; Poseidon destrói as cidades litorâneas com seus maremotos. Ikki chega para auxiliar Seiya, mas é golpeado fortemente por Lúcifer. Belezebú está prestes a matar o Cavaleiro de Pégaso quando Shun e sua corrente o salvam. Em seguida, Hyoga e Shiryu chegam para enfrentar o último Cavaleiro.

  • Seiya e a Armadura de Sagitário

Infelizmente, Dragão e Cisne estão fracos demais e não conseguem deter Belzebú. Seiya eleva seu Cosmos ao máximo alcançando seu Sétimo Sentido. Os demais Cavaleiros de Bronze transmitem sua energia para fortalecer ainda mais o companheiro. Neste momento, a Armadura de Sagitário é enviada para o Cavaleiro de Pégaso. Belzebú menospreza os poderes de Seiya e ataca. O Cavaleiro de Atena, agora com a poderosa Armadura de Ouro pertencente a Aiolos, detona seu inimigo com seu Cometa de Pégaso e põe fim ao combate. Resta apenas Lúcifer.

  • A Última Traíção

O Mestre dos Demônios, percebendo a ameaça da derrota, toma Atena em seus braços para levá-la consigo para o reino das trevas. Seiya saca a flecha da justiça de Sagitário para atacar Lúcifer, quando um fato inusitado ocorre. Todos os cavaleiros de Ouro remanescentes, mais as demais Armaduras de Ouro, se fundem num só Cosmo maguinânimo que invade Seiya. Agora, o Cavaleiro, ajudado pelos anjos, dispara sua flecha de ouro, que atravessa o coração de Lúcifer. Os espíritos de Lúcifer, Abel, Éris e Poseidon são novamente mandados de volta para o inferno, de onde nunca deveriam ter saído. O Palácio Pandemônio vem abaixo, coroando o fim dos intuitos perversos de Lúcifer.