Arquivo da categoria: Resumo da História

[Lost Canvas] História Solo de Dégel de Aquário


Yuzuriha de Grow | Albafica de Peixes | Kardia de Escorpião | Dégel de Aquário

  • CAPÍTULO 1|19  – “O MAGO DO GELO!”

No início da história somos apresentados a uma jovem serva do castelo Vouivre, no século XVIII, a pequena garota chamada Fluorite. Ela serve de forma desajeitada os convidados de uma festa de máscaras e entre os convidados está um homem jovem e muito interessante que, com seu ar altivo, fascinava a todos que o viam. Ele estava acompanhado da bela Senhorita Serafina, a filha do senhor das terras do Graad Azul, porém ao se distrair, Fluorite comete um erro fatal e derrama a bandeja de bebidas em um aristocrata chamado Jet. Ele decide puni-la pisando em seu braço e o forçando contra os cacos vidro, contudo o jovem altivo intervém com um poder que paralisa o aristocrata, mas, ao ver que todos perceberam seu ato de magia, ele diz que tolo Jet apenas havia caído de bêbado. Após isso, o jovem herói se apresenta a pequena garota que salvou: ele é Dégel, vindo da Grécia (ocultando seu verdadeiro título de Cavaleiro de Ouro de Aquário), e com isso ele pergunta sobre a senhora daquele castelo. Quando a decepcionada Fluorite começa a descrever sua senhora, eis que adentra no salão, já cantando, a senhora daqueles domínios: Garnet, que ao vislumbrar todos os seus convidados boquiabertos com seu talento estranha que somente o jovem Dégel não esta totalmente encantado por sua voz.

  • CAPÍTULO  2|20 – “A CAIXA DE JÓIAS!”

A senhora Garnet se aproxima dos convidados pedindo para que se levantem e desfrutem de sua festa de aniversário. Enquanto isso, todos os homens tentam convidá-la para dançar, mas a todos ela nega, porém a bela mulher se dirige ate Dégel e o convida para dançar. No templo de Escorpião, Sasha está com Kardia. O Cavaleiro de Ouro está sofrendo com o calor em seu coração, porém surge o Grande Mestre Sage. A deusa então indaga onde Dégel esta, afinal só ele pode ajudar Kardia a controlar a temperatura de seu coração, mas Sage diz que ele está na França, atrás de um homem importante que sumiu: ele é o seu Mestre Crest, sobrevivente da penúltima Guerra Santa. De volta à festa, Garnet começa a seduzir Dégel com sua voz e lhe releva que sabe que está diante do Cavaleiro de Ouro de Aquário e quem contou isso a ela foi alguém que ele conhece. Isso faz Dégel se assustar e cair mais no poder hipnótico de Garnet, mas quando o Cavaleiro de Ouro está prestes a sucumbir, um tiro é ouvido: é uma senhora que teve seu marido encantado e que posteriormente se suicidou por causa de Garnet. Ela agora quer vingança e para isso ela dispõe de um pequeno exército, mas, quando o ataque a Garnet era iminente, a bela anfitriã convoca jovens garotos para protegê-la: eles são Carnelian, que domina o sangue da carne cortada, Chalcedony, que domina as ilusões, Tourmaline, que usa como quer a eletricidade, Flint controla de fogo e o líder Koh-i-Nur, que domina os reflexos irregulares de luz. Eles não tem dificuldades para vencer a ameaça, Após isso Garnet intima Dégel a passar a noite no seu castelo.

  • CAPÍTULO 3|21 – “SÍLEX!”

Dégel se despede de Seraphina e agradece sua ajuda para fazê-lo se infiltrar na casa de Garnet. Ela acha imprudente Dégel permanecer naquela mansão sozinho para procurar seu mestre Krest, porém ela aceita e vai embora na companhia da senhora Flaille, que há pouco tentara acabar com Garnet sem sucesso. Antes de ir, a mulher pede para que Dégel descubra o que Garnet esconde que fascina a todos. Após isso, as duas vão embora definitivamente deixando Dégel lembrando de seu mestre, seus pensamentos e ensinamentos sobre o papel dos Cavaleiros de Atena. Já em seu quarto, Dégel é surpreendido por Flint que lhe ataca após poucas palavras, mas o Cavaleiro de Aquário revela sua armadura deixando Flint sem ação porém o jovem guerreiro de Garnet, ao destruir uma parede, revela a presença de Fluorite que é tomada como refém. Mesmo assim Dégel controla a situação com seu Grande Circulo de Gelo (Kalitso) que acaba libertando Fluorite de Flint e também destruindo o jovem que se transforma em uma pedra preciosa.

  •  CAPÍTULO 4|22 – “UM PAI E UM MESTRE DESAPARECIDOS”

Dégel tenta entender tudo que o está ocorrendo já que após derrotar uma das joias de Garnet este virou apenas uma pedra preciosa, mas ele prefere sair dali. Antes, entretanto, ele pede para que Fluorite se esconda em algum lugar, mas a menina diz que quer acompanhá-lo por que ela também teve uma pessoa querida desaparecida ligada aquele lugar, assim como vários outros habitantes dos arredores. Quem a menina perdeu, na verdade, foi seu pai, um escritor que antes de sumir deixou mensagens incompreensíveis, porém, no dia do seu desaparecimento, ela ouviu a bela canção de Garnet vindo da mansão e com isso ela se empregou lá para investigar melhor. Dégel entende que é melhor levá-la para que ela não o siga e lhe cause problemas, com isso os dois partem de lá. Em outra parte da mansão, Garnet se banha e é rodeada por suas joias que lhe dão frutas. Então surge o líder das joias de Garnet: Koh-I-Nur. Ele avisa que Flint caiu diante de Dégel. Ela se surpreende bem pouco e fica consternada quando as outras joias desdenham de Flint, porém, logo após, ela manda Koh-i-Nur iniciar o ato principal. De volta a Dégel e Fluorite, a menina leva o cavaleiro até uma imensa porta no subsolo que está trancada há muito tempo por ordens de Garnet, mas Dégel abre-a com extrema facilidade e lá ele encontra uma biblioteca que o faz lembrar de seu mestre. Alguém está lá e lhe transmite o ar frio de seu mestre, porém, antes de entender o que é tudo isso, ele encontra a senhora Flaille presa em uma espécie de masmorra. Diante dele surge Koh-i-Nur que lamenta que Dégel não desenvolveu nada de seu poder desde a última vez que eles se viram, então ele se apresenta como servo fiel de Garnet: Krest de Koh-i-Nur, o antigo mestre de Dégel e quem ele estava procurando. Entretanto, ele está jovem.

  • CAPÍTULO 5|23 – “O OLHAR DE KOH-I-NUR!”

Dégel ainda está se recompondo do impacto da revelação de que seu mestre está novamente jovem diante dele e já é novamente surpreendido com um ataque, o Pó de Diamante, que o atinge frontalmente. Ao ver seu discípulo no chão, Krest conta que durante seus quinhentos anos de idade e após passar por muitas batalhas, contra inimigos como Hades, Poseidon e Ares, ele chegou a uma conclusão: a única forma de se livrar desse ciclo de ódio e dor era se tornando imortal e acabando com esse sonho efêmero que é a mortalidade humana. Há cinquenta anos ele encontrou alguém com poder para lhe conceder essa imortalidade, essa pessoa era Garnet que consegue tudo com seu poder sem ter que usar a violência. Após esses cinquenta anos ele decidiu se juntar a Garnet e realizar sua ambição. Degél não entende e desafia Krest que diz que o Cavaleiro de Aquário não luta com todo seu poder quando conhece seu adversário, mas quando o combate é inevitável surge Chalcedony que é acompanhado por Tourmaline que diz que eles que irão lutar contra Dégel por ordens de Garnet, porém, antes de ir, Krest coloca mais um problema para Dégel lidar ao mostrar a mecha de cabelos prateados para o dourado demonstrando que eles estão com Seraphina. Após isso, Krest se retira e começa o embate de Dégel contra Tourmaline e Chalcedony, porém agora o cavaleiro não pode mais perder tempo.

  •  CAPÍTULO 6|24 – “A TURMALINA E A CALCEDÔNIA!”

Dégel termina seu ataque, mas Tourmaline e Chalcedony desaparecem como mágica, porém, de repente, ambos aparecem atrás dele. Porém não só os dois surgem, mas sim cópias dos seus adversários que emanam força de batalha. Nesse momento Chalcedony chega até e se desculpa pelo método que utiliza, dizendo que irá “trapacear” com suas ilusões, mas Tourmaline não quer muita conversa e ataca Dégel com o seu Dazzling Voltage (algo como Voltagem Ofuscante) atingindo o Cavaleiro de Ouro em cheio. Quando os servos de Garnet já cantavam vitória, Dégel se ergue em meio a um ar frio e explica que congelou o lugar todo criando espelhos de gelo devido a grande humidade do local e o que eles atacaram não passava de seu reflexo do gelo. Com isso Dégel dispara uma variação de seu golpe, o Diamond Dust Ray (algo como Raio do Pó de Diamante) que acaba com Tourmaline e Chalcedony de uma só vez. Em outro local, Seraphina desperta e pensa em fugir, mas se vê presa e vislumbra Garnet absorvendo a energia de Carnelian, então ela revela que sugando a energia trazida por suas joias dos desaparecidos, ela mantem sua juventude e força, e não há nada melhor que uma jovem donzela como sacrifício para suas ambições. Isso faz Seraphina clamar por Dégel.

[Lost Canvas] História Solo do Kardia de Escorpião


Yuzuriha de Grow | Albafica de Peixes | Kardia de Escorpião | Dégel de Aquário

  • CAPÍTULO 1|10 – “O ESCORPIÃO E A GAROTA!”

Essa história ocorre pouco tempo depois de Sasha chegar ao Santuário. A pequena Sasha, a jovem Atena anda em um vilarejo em meio a cães. Isso a assusta, porém é Kardia de Escorpião que, ao ver que os cães estavam prestes a atacar, se livra deles. Os dois conversam sobre como a pequena menina havia insistido para sair do Santuário e agora o amolava para voltar. Ela se desculpa, mas, antes que possa reagir, o Cavaleiro de Escorpião a arrasta para dentro de uma taverna a contra gosto da jovem, mas lá ele diz que não dará álcool a ela, o que não a consola. Lá dentro, em meio às lamurias de Sasha, a taberneira surge deixando a garota encabulada. A mulher se apresenta como Calvera e oferece um refresco a pequena Atena quebrando a tensão ao implicar com Kardia, dizendo que um irmão mais velho não deve chatear sua pequena irmã, isso sem saber que eles nem eram parentes. De repente, surgem no local quatro guerreiros que se denominam Jaguares. Eles tentam capturar Calvera, mas Kardia intervém com sua Agulha Escarlate deixando todos no chão agonizando em dor, porém, sem dar chance a Kardia, os quatro guerreiros somem em imensa velocidade fazendo o Escorpião se interessar por eles.

  • CAPÍTULO 2|11 – “A PEQUENA DEUSA!”

No Santuário, o Grande Mestre convoca Sísifo de Sagitário para uma audiência e o avisa que Kardia levou a jovem Sasha para fora do Santuário, mas o Cavaleiro de Escorpião ainda ignora que a pequena se trata da deusa Atena. Isso preocupa o Cavaleiro de Sagitário, mas não parece incomodar o Grande Mestre. Na taverna, Calvera e Kardia discutem os estragos causados pelo cavaleiro no seu estabelecimento, mas mesmo assim eles resolvem se retirar, porém somente Sasha é convidada para o quarto de Calvera, deixando Kardia irritado. O Escorpião parece confiar na mulher e as deixa no quarto, as duas conversam sobre a solidão da menina que conta um pouco da sua história, mas não revela ser Atena. Longe de lá, Kardia encontra guerreiros Jaguares, agora, porém, não com aparência humana, mas com forma animal. Ao vestir sua Armadura de Ouro, Kardia acaba com todos, porém surge um guerreiro com uma vestimenta misteriosa dizendo que Kardia é um guerreiro com o coração elegível.

  • CAPÍTULO 3|12 – “O SACERDOTE DAS FERAS SELVAGENS!”

Kardia está diante de um enorme homem que se apresenta como Wesda, o Sacerdote do Sol, líder dos Jaguares, as Feras Selvagens, e diz que está lá pelo coração ardente de Kardia que desdenha dizendo que não pode oferecê-lo já que seu coração é a Antares, uma estrela muito diferente do Sol que o sacerdote venera. Ao se aproximar de Kardia, ambos entram em conflito em um apertar de mãos violento, contudo quando o Cavaleiro de Escorpião achava que poderia superar o sacerdote em poder, ele sente seu coração queimar e cai de joelhos diante de Sasha, que surge inesperadamente dizendo que sentiu uma agitação no cosmo de Kardia que não entende como a menina pôde fazer aquilo. O sacerdote decide sair dali dizendo que em dois dias Kardia irá morrer devido a uma presa que ele implantou no coração do Escorpião que irá mata-lo trazendo uma grande era de paz, mas Calvera, que estava lá, manda que o sacerdote retirar essa presa. O sacerdote pega a taberneira em seus braços, mostrando conhece-la, porém Calvera não o reconhece. Isso desperta Kardia que promete que será o Sacerdote e seus Jaguares que irão sucumbir em dois dias.

  • CAPÍTULO 4|13 – “O ESCORPIÃO E A GAROTA!”

O Sacerdote Wesda está diante de um enorme templo louvando o deus Tezcatlipoca dizendo que durante o festival, que acontecera em dois dias, ele oferecerá o coração do rubi ardente que desencadeará a destruição deste mudo e a construção de um novo. Este novo mundo será comandado por ele e ao seu lado estará a mulher escolhida: Calvera e para iniciar seus planos ele convoca um ser bestial que arranca a pele de todos os seres: ele é Nahualpili de Youaltepuztli. Wesda o instiga a arrancar uma pele dourada. Na casa de Calvera, ele se preocupa com o estado da temperatura do coração de Kardia, porém ele não se importa com isso, já sabendo de seu destino. Calvera revela ter um espelho do mesmo material que fere o coração de Kardia, um espelho obsidiano que lhe foi dado por seu pai que era um sacerdote, mas, antes deles entrarem em mais detalhes, surge um homem com a pele das costas arrancadas e pede ajuda. Ao sair na rua, Kardia se depara com Nahualpili de Youaltepuztli, o Arrancador de Peles.

  • CAPÍTULO 5|14 – “AS DORES E OS SENTIMENTOS!”

O feroz subordinado de Wesda se dirige a Kardia com reclamações de um frio interminável que só era aplacado com as peles que ele arrancava, porém elas só lhes aquecem por um pequeno período. Nahualpili diz que com a pele dourada de Kardia seu frio acabará para sempre. Nesse momento o vilão ataca com sua lança e consegue ferir o rosto do Escorpião, porém isso não faz Kardia temer. O Cavaleiro de Ouro começa o massacre impingindo suas Agulhas Escarlates, causando uma dor contínua, nunca sentida antes por Nahualpili, que cai sem defesa diante do prazer demonstrado por Kardia. A pequena Sasha intervém dizendo que se o Cavaleiro matar o vilão, ele se tornará como ele, mas Kardia não parece se importar. Entretanto ele se contem, mas, quando ele se distrai, Nahualpili o surpreende e toma Sasha em seus braços, a prendendo. Quando o Cavaleiro de Ouro vai reagir, seu coração começa a sofrer com o poder que lhe foi lançado por Wesda, deixando Kardia sem poder fazer nada diante da retirada do vilão com a pequena garota.

  • CAPÍTULO 6|15 – “CITLALOIZCA!”

O terrível Nahualpilli traz Sasha para o local onde Wesda está. Lá o sacerdote emana uma energia maligna que provem de uma gigante estátua. Wesda comemora as ações de Nahualpilli, ao ter provocado Kardia, sequestrando a menina que ele tomava conta. Ele arquiteta com seu servo que ao por do sol ele despelará a garota diante do Escorpião, para fazer o Cavaleiro de Ouro arder mais e mais em sua fúria. Em um sonho, Kardia se lembra de quando Sasha o encontrou e, sem muito pensar, o Escorpião toma decisões precipitadas, sem ao menos escutar o que a garota tão triste tinha a dizer. Ele a leva para longe do Santuário, onde deduziu que ela estava perdida, porém, ao acordar, ele vê um bilhete de Calvera dizendo que ela tinha ido até os Jaguares tentar resolver os problemas do Coração de Kardia e de Sasha, e que voltaria em breve com a solução de ambos os problemas. Então o Escorpião se dirige para o rastro de Sasha para encontrá-la. No Templo, Wesda invoca seu exército de guerreiros Jaguares para o novo mundo que irá surgir, só que para isso ele deve se unir com alguém. Ele chama Calvera que veste um traje estranho. Sasha se desespera ao ver a taberneira e grita pela ajuda de Kardia, que surge no local.

  • CAPÍTULO 7|16 – “EU NÃO SINTO MAIS FRIO!”

O Cavaleiro de Escorpião está diante de um enorme templo com Wesda, o sacerdote do sol a sua frente, então o vilão anuncia o fim dos humanos para que uma nova terra surja para evitar todas as atrocidades humanas. Com isso o sacerdote eleva seu poder, se tornando muito perigoso. Ele ataca Kardia, que se defende com as suas Agulhas Escarlates que não fazem efeito e, ao subjugar o Escorpião, Wesda manda Nahualpilli matar Sasha para fazer Kardia elevar ainda mais o calor do sou coração com o ódio. O arrancador de peles se recusa dizendo que pela garota tê-lo salvo ele não consegue lhe fazer mal e desde que ela o ajudou ele não mais sente frio. Isso enfurece Wesda que resolve ele mesmo atacar, porém Nahualpilli se interpõem entre o golpe e Sasha sendo devastadoramente atingido. O fato enfurece definitivamente Kardia que agora parece que lutará realmente a sério.

  • CAPÍTULO 8|17 – “O ALCANÇAR DO CLÍMAX!”

O Cavaleiro de Escorpião está abismado com a atitude de Wesda em matar seu subordinado, mas o sacerdote se mostra impassível diante da inconformidade de Kardia e com o corpo do próprio Cavaleiro de Ouro. Wesda abre uma fenda no templo mostrando o poder do seu deus Tezcatlipoca ao destruir as montanhas diante dos olhos incrédulos de Sasha, porém algo chama atenção de todos: Calvera mesmo em um estado totalmente catatônico ainda vertia lágrimas, mostrando seus sentimentos. Isso estranha Wesda, mas Kardia diz que essa é a forma da taberneira lutar contra o domínio que a prende, então o Cavaleiro de Escorpião se indigna ao ouvir que os sentimentos de Calvera não importam para Wesda que só quer cumprir sua missão de destruir aquele mundo. Kardia enche seu coração de fúria e ataca Wesda com um poder inesperado, a Agulha Escarlate Incandescente (Katakeo). Isso faz o sacerdote ficar sem ação com um calor jamais sentido por ele, porém ainda tenta reagir, mas logo é devastado pela Antares Incandescente (Katakeo) que destrói Wesda. Entretanto, o golpe parece ser mortal para Kardia.

  • CAPÍTULO 9|18 – O ADVENTO DA DEUSA!

Calvera desperta e vê a pequena Sasha com o Cavaleiro de Escorpião, desacordado em seus frágeis braços, porém Wesda ainda vive e invoca um imenso poder para acabar pelo menos com parte do mundo. Kardia, diante dos olhos atônitos de Calvera, está sem defesa, mas então Sasha desperta o poder de Atena e com seu báculo acaba com Wesda. Após isso, a pequena Sasha se vê inútil por não conseguir ajudar Kardia, prestes a morrer nos seus braços, mas Calvera revela que agora ela se lembra que sua linhagem veio junto a Wesda a Terra e com ela ainda existe o poder do Sol. Neste momento ela retira a presa que o sacerdote colocou no coração de Kardia e lhe devolve o calor, despertando o guerreiro. Após alguns dias, Calvera reabre sua taverna e se lembra de Kardia e Sasha. No Santuário, Dégel de Aquário e Kardia são levados para conhecer a nova Atena por Sísifo de Sagitário e, para surpresa de Kardia, a deusa não é outra senão a pequena Sasha.

[Lost Canvas] História Solo de Yuzuriha de Grow


Yuzuriha de Grow | Albafica de Peixes | Kardia de Escorpião | Dégel de Aquário

  • CAPÍTULO 1 – “O BRASÃO TATUADO EM SANGUE!”

Em Jamiel, Yuzuriha cumprimenta Shion de Áries. Ela conversa com o Cavaleiro de Ouro sobre sua decisão de casar-se, para que seu sangue não se perca com o seu fim, já que sua família morreu e o funeral está acontecendo neste momento nas alturas. Apenas o corpo do seu irmão Tokusa não foi encontrado, portanto ele não está sendo velado. Shion pergunta se ela desistirá de seu sonho, mas ela diz que fará o necessário. A guerreira vai até um ponto mais alto, com a ajuda de seu cachecol. Shion se encontra com Hakurei, que recebe rudemente seu discípulo, que explica que está lá devido ao Grande Mestre Sage ter previsto a aparição de um grande mal em Jamiel. Hakurei diz que esse mal já chegou lá, com a ida de Shion, embora a desistência de Yuzuriha e a morte do irmão dela, fez com que ele perdesse todos os seus discípulos. No passado, vemos Yuzuriha se livrando do cachecol de sua família, já que ele não ajudaria sua meta de ser uma amazona de Atena. Ela entrega o cachecol para Tokusa, que estranha o fato. No tempo atual, Yuzuriha chora ao lembrar-se de seu irmão, mas eis que surge o próprio na porta. Ela, feliz e assustada, o abraça. Ele se desculpa e a ataca. Isso chama a atenção de Shion. Ao longe, o Cavaleiro do Ouro chega ao local e vê Yuzuriha ferida. Diante dele está Tokusa com uma Surplice. Então o ex-companheiro de Shion se revela como Tokusa de Hanuman, da Estrela Celeste da Habilidade, que ganhou a vida eterna em troca daqueles que ele ama e, por fim, ele veio atrás de sua querida irmã. Shion se enfurece e quase é atingido pelo golpe de Tokusa, o Sekishiki Nyoi Ri Ren (algo como o Encontro dos Espíritos), porém Shion se defende. Yuzuriha tenta assumir a luta usando seu cachecol, para segurar seu irmão, mas Shion não permite. Nisso Tokusa diz que por admirar tanto Shion Yuzuriha quis ser uma guerreira, assim se ferindo e deixando sua feminilidade, por isso ele irá acabar com os dois. Shion se enfurece e ataca com a Revolução Estelar, que derrota Tokusa. Yuzuriha se aproxima de seu irmão, que parece se arrepender e fica com medo de sujar a pele de sua irmã, porém ele morre em seguida. Então ela usa o sangue de seu irmão para tatuar o brasão da família em seu corpo e se tornar uma guerreira.